ÚLTIMAS

REGIÃO | Bloco alerta para a falta de faroleiros nos Açores e quer que o Governo da República autorize novo curso em breve

364views

O Bloco de Esquerda alerta para a falta de faroleiros nos Açores, uma situação que se arrasta há vários anos e que ficará mais complicada nos próximos tempos porque alguns dos atuais profissionais vão deixar de exercer por atingirem a idade da reforma. O Grupo Parlamentar do Bloco na Assembleia da República enviou um requerimento ao Ministério da Defesa a pedir explicações.

A coordenadora do BE na ilha Terceira, Alexandra Manes, visitou hoje o farol das Contendas, para assinalar este problema e exigir ao Governo que atue de imediato.

Atualmente, nos Açores, encontram-se em funções 27 faroleiros para 16 faróis, quando seriam necessários, pelo menos, 34 faroleiros.

No entanto, apesar de esta urgência já estar identificada, existe um impasse criado pelo Ministério Finanças, que tarda em dar autorização para a abertura de um novo concurso para formação de faroleiros.

Há ainda um outro aspeto preocupante: se o curso não for aberto até ao final de 2023, perde-se a respetiva certificação, o que irá atrasar ainda mais a formação e contratação destes profissionais que são essenciais para garantir a segurança da navegação marítima.

A falta de faroleiros está a pôr em causa os direitos dos profissionais colocados nos Açores.

Uma vez que os faróis são equipamentos que têm que estar sempre operacionais, o número reduzido de faroleiros obriga a que apenas dois profissionais alternem entre si os turnos, o que provoca grandes dificuldades em caso de férias, folgas, doença ou licença de parentalidade, por exemplo.

BE/AÇORES/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o Diretor de Programação da Rádio Ilhéu, sediada na Ilha de São Jorge. É também autor da rubrica 'Cronicas da Ilha e de Um Ilhéu' que é emitida em rádios locais, regionais e da diáspora desde 2015.