ÚLTIMAS

FAIAL | Secretaria Regional do Ambiente e Alterações Climáticas promoveu Conferência Final do projeto LIFE VIDALIA

© Governo dos Açores
446views

A Secretaria Regional do Ambiente e Alterações Climáticas promoveu a Conferência Final do Projeto LIFE VIDALIA – Valorização e Inovação Dirigidos à 𝘈𝘻𝘰𝘳𝘪𝘯𝘢 e 𝘓𝘰𝘵𝘶𝘴, nas Ilhas Açorianas, no passado mês de março, na Biblioteca Pública João José da Graça, na ilha do Faial.

O projeto LIFE VIDALIA, cofinanciado pela União Europeia através do Programa LIFE e coordenado pela Secretaria Regional do Ambiente e Alterações Climáticas, atua ao nível da conservação de duas espécies de flora endémica dos Açores: a Azorina vidalii e o Lotus azoricus, em diversas áreas de intervenção distribuídas pelas ilhas do Faial, Pico e São Jorge, através da proteção e recuperação dos respetivos ‘habitats’ naturais.

O Secretário Regional do Ambiente e Alterações Climáticas, Alonso Miguel, afirmou que “este evento marca o fim de um projeto que constitui um marco relevante no que concerne à conservação da natureza e à educação e sensibilização ambiental”, realçando que “apesar de o projeto ter o seu términus este ano, terá a sua continuação assegurada pela Secretaria Regional do Ambiente e Alterações Climáticas, com a implementação do pós-LIFE através do projeto LIFE IP AZORES NATURA”.

A conferência contou com uma palestra proferida por Frank Vassen, Chefe de Equipa da Direção Geral de Ambiente da Comissão Europeia, onde foi abordada a temática da conservação de flora endémica europeia, o papel dos programas LIFE, bem como as metas futuras para 2030 em matéria de conservação da natureza.

A equipa de gestão do projeto LIFE VIDALIA apresentou um vídeo sobre o projeto, bem como os objetivos alcançados nas áreas de intervenção do projeto, com destaque para a ampliação do Viveiro de Plantas Raras do Jardim Botânico do Faial, a otimização da propagação das espécies-alvo do projeto, a superação dos valores inicialmente previstos para o projeto, bem como a eficácia das ações e técnicas de controlo de espécies de fauna e flora invasoras, algumas delas adotadas, posteriormente, por outros projetos com base no conhecimento desenvolvido pelo projeto LIFE VIDALIA.

Ainda no âmbito da promoção de troca de conhecimento com outros projetos e como resultado das sinergias estabelecidas, foram convidados a palestrar representantes de outros projetos LIFE, com objetivos e áreas de intervenção diversas, tais como o projeto LIFE IP AZORES NATURA, coordenado pela Secretaria Regional do Ambiente e Alterações Climáticas, com a preservação dos habitats e espécies inseridas na rede Natura 2000 e respetivas áreas de intervenção nas ilhas açorianas, o projeto LIFE DUNAS, com área de incidência de adaptação às alterações climáticas na ilha de Porto Santo e o projeto LIFE SEEDFORCE, com a utilização de bancos de sementes para restaurar e reforçar plantas nativas em perigo de extinção em Itália.

Posteriormente, a Associação “Plantar uma Árvore” abordou as ações de voluntariado já desenvolvidas na Região Autónoma dos Açores, em conjunto com os projetos LIFE, promovendo uma excelente interação entre jovens e a conservação da natureza açoriana.

“A conservação da natureza e a proteção da biodiversidade implicam investimentos elevados e grandes níveis conhecimento técnico e científico e que, neste âmbito, a Região tem contado com os instrumentos comunitários atualmente disponíveis, com destaque para os Projetos LIFE, que configuram instrumentos operacionais e financeiros verdadeiramente estratégicos para os Açores”, sustenta Alonso Miguel.

“Neste momento estão em curso na Região cinco projetos LIFE, coordenados pela Secretaria Regional do Ambiente e Alterações Climáticas, que representam um investimento de cerca de 45 milhões de euros, dos quais quatro são projetos de conservação da natureza e preservação da Biodiversidade e um direcionado à mitigação e adaptação aos efeitos das alterações climáticas”, acrescentou o Secretário Regional.

A Conferência Final do projeto LIFE VIDALIA, que contou com cerca de 100 participantes nacionais e internacionais (em formato online e presencial), terminou com um concerto acústico, com os Vidália, que curiosamente escolheram o nome da banda depois de conhecer o projeto LIFE VIDALIA, e por terem identificado a Azorina vidalii como um símbolo acarinhado e característico dos Açores.

GRA/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o Diretor de Programação da Rádio Ilhéu, sediada na Ilha de São Jorge. É também autor da rubrica 'Cronicas da Ilha e de Um Ilhéu' que é emitida em rádios locais, regionais e da diáspora desde 2015.