DIÁSPORA

DIÁSPORA | Parlamento da Califórnia destaca os Açores na resolução do Mês da Herança Portuguesa

709views

Sob os auspícios da CPAC-Coligação Luso-Americana da Califónira acaba de ser apresentada e aprovada por unanimidade a tradicional resolução que acima de tudo, destaca os contributos da nossa Diáspora neste estado do oeste americano. Eis a resolução na integra, a qual está fortemente marcada pelos Açores e os contributos dos açorianos para este estado. A Califórnia foi sempre um espaço mítico e real no imaginário açoriano.

CONSIDERANDO que a presença portuguesa na Califórnia é anterior ao estabelecimento da Califórnia como Estado da União Americana; e

CONSIDERANDO que os primeiros portugueses vieram para a Califórnia das Ilhas dos Açores no início do século XIX, com duas ondas emigratórias para a Califórnia deste aquipélago, entrte 1870 e 1922 e entre 1958 e 1976, cada uma contribuindo substancialmente para estabelecer operações agrícolas, especialmente laticínios, gado, cultivo de hortaliças e frutas e a indústria do atum na zona de San Diego, sul da Califórnia; e

CONSIDERANDO que durante a maior parte do século XX, cerca de metade de todos os californianos de origem açoriana possuíam ou operavam uma exploração agrícola, trabalhavam numa vacaria ou numa indústria relacionada a laticínios, sendo conhecidos pelo seu trabalho árduo, a sua dedicação à família e o seu empreendorismo no mundo da agircultura e dos laticínos. Ainda hoje, os luso-americanos na Califórnia continuam a desempenhar um papel importante na agricultura e na produção leiteira, como proprietários e inovadores; e

CONSIDERANDO que, historicamente, a Califórnia tem sido um destino popular para imigrantes das ilhas dos Açores, criando fortes laços culturais entre as duas regiões. Atualmente vivem na Califórnia mais de 350.000 pessoas de descendência portuguesa, cerca de 90 por cento das quais vieram directamente dos Açores ou são de ascendência açoriana; e

CONSIDERANDO que, no início de 1855, a Old Company of Portuguese Whalers, uma empresa de 15 membros, era de propriedade e operada por açorianos na cidade de Monterey e, na cidade de San Diego, imigrantes portugueses, principalmente das ilhas dos Açores e Madeira, tiveram posição de destaque na indústria do atum; e

CONSIDERANDO que o movimento fraterno português tem desempenhado um papel importante na estabilidade financeira e cultural da comunidade, hoje liderado por duas sociedades, a Sociedade Fraternal Portuguesa da América e a Federação Fraternal Luso-Americana, ambas com sede neste estado; e

CONSIDERANDO que os cursos de língua portuguesa ministrados em escolas comunitárias, escolas públicas de ensino primário e secundário, faculdades do sistema Community Colleges,  faculdades dos sistemas universitários UC e CSU da Califórnia e faculdades particulares aumentam o conhecimento da importância da língua portuguesa como língua mundial e a conscienlização para os contributos que os californianos de ascendência portuguesa têm dado a este estado, bem como a construção de intercâmbios com faculdades e universidades em Portugal, incluindo-se o recém-criado Portuguese Beyond Borders Institute na California State University, Fresno, com uma nova abordagem no que concerne a conferências, história oral, pesquisa, publicações académicas, simpósios, programas de intercâmbio na agricultura e sensibilização da comunidade, incluindo o único Centro da Diáspora Açoriana no sistema CSU; e

CONSIDERANDO que os californianos de ascendência portuguesa uniram-se em 2016 para criar a California Portuguese American Coalition (CPAC) patrocinada pela Luso-American Development Foundation (FLAD) para criar uma rede de eleitos de ascendência portuguesa ou  que representem áreas onde os californianos de ascendência portuguesa vivem e contribuem para a nossa rica diversidade, assim comoencorajar os jovens luso-americanos a participarem na nossa democracia através do serviço público; e

CONSIDERANDO que, em março de 2018, os californianos de ascendência portuguesa criaram o único plano estratégico nos Estados Unidos para ensinar a língua e as culturas portuguesas nas escolas, faculdades e universidades públicas e privadas da Califórnia, a fim de contribuir para a rica diversidade linguística e cultural do nosso estado, promovendo uma conexão mais profunda e aumentar as oportunidades económicas entre a Califórnia e todos os países de língua portuguesa em todo o mundo; e

CONSIDERANDO que o Estado da Califórnia tem uma relação de estado-irmão com a Região Autónoma dos Açores, adotada em 2002 e recentemente revista por um grupo de Amigos dos Açores para trazer maior desenvolvimento não só em intercâmbios culturais, mas também em áreas importantes como energia renovável, agricultura sustentável, turismo e tecnologia; e

CONSIDERANDO que, entre os grandes luso-americanos que contribuíram significativamente para este país estão o compositor John Philip Sousa, mais conhecido por compor “Stars and Stripes Forever”; a poetisa Emma Lazarus, mais conhecida pelo seu soneto sobre a Estátua da Liberdade, “O Novo Colosso”; e o arquiteto William L. Pereira, mais conhecido por projetar a Transamerica Pyramid em San Francisco. Muitos luso-americanos também serviram com distinção em cargos locais, estaduais e federais e serviram com orgulho nas forças armadas deste país; e

CONSIDERANDO que os luso-americanos fizeram contribuições valiosas e substanciais para todas as facetas da vida na Califórnia, incluindo a indústria do entretenimento, sendo os mais notáveis Mary Astor, Katy Perry, Tom Hanks, Joe Perry, Nuno Bettencourt, Steve Perry e James Franco; e

CONSIDERANDO que os média da comundiade portuguesa, através da rádio, jornais e televisão, têm sido veículo importante na manutenção da experiência luso-americana na Califórnia, servindo de ponte para o nosso estado multicultural, atualmente através, por exemplo da Tribuna Portuguesa, o único jornal português bilingue do oeste americano; e

CONSIDERANDO que a Portuguese Heritage Society of California construiu o Museu Histórico Português para servir como um centro de exibição da herança e cultura portuguesas e a Portuguese Heritage Publications of California, através da publicação de livros, registaram as contribuições portuguesas para este estado em várias facetas; e

CONSIDERANDO que as Festas do Espírito Santo e outros festivais religiosos e culturais são uma parte importante das comunidades em que são realizados, reunindo as comunidades e preservando e disseminando na Califórnia as ricas tradições de um povo orgulhoso que está completamente integrado na sociedade californiana;

AGORA, portanto, seja Resolvido pela Assembleia do Estado da Califórnia, com a concordância do Senado, que o Poder Legislativo declara o mês de junho de 2023 como o Mês da Herança Portuguesa e reconhece 10 de junho como o Dia de Portugal e 29 de maio como o Dia dos Açores; e seja mais longe

Resolvido, que o Redator da Assembleia transmita cópias desta resolução ao autor para distribuição apropriada.