DIÁSPORAOPINIÃO

OPINIÃO | POSSO: uma associação de referência ao serviço da comunidade luso-americana em São José, por Daniel Bastos

387views

A comunidade lusa nos Estados Unidos da América (EUA), cuja presença no território se adensou entre o primeiro quartel do séc. XIX e o último quartel do séc. XX, período em que se estima que tenham emigrado cerca de meio milhão de portugueses essencialmente oriundos dos arquipélagos nacionais, destaca-se atualmente pela sua perfeita integração, inegável empreendedorismo e relevante papel económico e sociopolítico na principal potência mundial.

Atualmente, segundo dados dos últimos censos americanos, residem nos EUA mais de um milhão de portugueses e luso-americanos, principalmente concentrados em Massachusetts, Rhode Island, Nova Jérsia e Califórnia. É neste último estado, que vive e trabalha a maior comunidade luso-americana do país, constituída por mais de 300 mil pessoas, e cuja presença histórica no oeste dos EUA remonta à centúria oitocentista, aquando da corrida ao ouro, da dinamização da pesca da baleia e do atum, e mais tarde das atividades ligadas à agropecuária.

A secular presença portuguesa na Califórnia, que se manifesta hoje na existência de diversas associações, clubes, estruturas religiosas, organizações e núcleos museológicos, tem ao nível do meio associativo na Portuguese Organization for Social Services and Opportunities (POSSO), uma associação de referência ao serviço da comunidade luso-americana em São José.

Estabelecida em 1976, na cidade de São José, a maior concentração urbana portuguesa na Califórnia, e uma das metrópoles mais populosa deste estado americano, a Organização Portuguesa para Serviços e Oportunidades Sociais, tem como objetivo principal melhorar a qualidade de vida e as oportunidades das populações de língua portuguesa.

Em funcionamento ao longo de quase meio século, esta relevante instituição de solidariedade sem fins lucrativos constitui-se como uma ponte indispensável no seio da comunidade luso-californiana em São José, desenvolvendo um conjunto relevante de atividades sociais, recreativas, culturais e educacionais.

Entre essas atividades, e numa época em que se assiste a um processo de envelhecimento da comunidade portuguesa na América, e de declínio devido à redução substancial da emigração a partir de Portugal, ganham especial relevância as atividades que a POSSO realiza hodiernamente junto dos seniores luso-americanos, vários deles marcados pelo espectro da doença, solidão, ausência de retaguarda familiar e barreira linguística. 

Mormente, programas de acompanhamento e ao domicílio que auxiliam na prestação de serviços de agendamento, transporte, tradução, interpretação e assistência fiscal. Mas também de bem-estar, nutrição e vida ativa, que passam, por exemplo, pela distribuição de alimentos e confeção de refeições, medição da pressão arterial, exames médicos e oficinas de saúde. Como regista o estudo sociológico, A emigração portuguesa no século XXI, a percentagem dos idosos entre os emigrantes aumentou entre 2001 e 2011, nos EUA, sete pontos percentuais, de 16% para 23%.

Relevância essa que é possível graças à generosidade e voluntariado que anima o espírito da comunidade portuguesa em San José, e que permite que a missão, visão e valores da POSSO se estendam para outras comunidades que compõem o mosaico cultural californiano. 

Uma missão, visão e valores que não olvida a importância da solidariedade e da cultura como base e (re)transformação da comunidade luso-americana, expressa paradigmaticamente na promoção do ensino da língua portuguesa. Contexto que contribui decisivamente para que a POSSO seja um espaço privilegiado de organização de pertenças culturais, comunitárias e de participação, nos quais as pessoas não são meras destinatárias, mas atores intervenientes na defesa dos seus direitos e na promoção de condições de bem-estar social.

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o Diretor de Programação da Rádio Ilhéu, sediada na Ilha de São Jorge. É também autor da rubrica 'Cronicas da Ilha e de Um Ilhéu' que é emitida em rádios locais, regionais e da diáspora desde 2015.