ÚLTIMAS

AÇORES | Governo garante apoios para ‘stocks’ prudenciais no Corvo e nas Flores

© Governo dos Açores
422views

O Governo Regional dos Açores aprovou hoje, em Conselho do Governo, um mecanismo de apoio – num total de até 200 mil euros para 2023 – às micro e pequenas empresas, com sede ou com estabelecimento estável nas ilhas do grupo ocidental – Flores e Corvo -, para que estas mantenham um ‘stock’ prudencial de produtos considerados essenciais, nas categorias de mercearia, frescos/congelados, enlatados, frutas e legumes, lacticínios, higiene e limpeza, e nutrição animal.

O anúncio foi hoje feito pelo Presidente do Governo, José Manuel Bolieiro, que apresentou as conclusões da reunião em conjunto com o Secretário Regional com a tutela das Finanças, Duarte Freitas, e a governante com a pasta da Mobilidade, Berta Cabral.

“Os condicionalismos provocados pela passagem do furacão Lorenzo e da depressão Efrain no arquipélago dos Açores, têm limitado o abastecimento, com a desejada regularidade, por via marítima, às ilhas das Flores e do Corvo. Atendendo à atual situação dos portos do grupo ocidental, urge garantir que os eventuais constrangimentos do serviço de transporte marítimo de mercadorias às ilhas das Flores e do Corvo, não resultem numa incontornável rutura de bens essenciais nestas ilhas, especialmente nos meses de inverno”, sublinhou o governante.

É, assim, necessário assegurar que não existe qualquer disrupção nas cadeias de abastecimento de bens básicos e essenciais à população local.

O Governo Regional entende assim ser necessário atribuir um apoio financeiro, designado por “Apoio à constituição de Stocks Prudenciais”, aos agentes económicos que exerçam a atividade comercial nas ilhas das Flores e do Corvo, através do adiantamento do montante necessário para a aquisição dos produtos excedentes que permitam ao comerciante fazer o referido stock prudencial de um universo de produtos que são considerados essenciais.

É fixado o montante de 200 mil euros como limite máximo orçamental global de apoios a conceder, no ano de 2023, sendo atribuível um máximo de até 30 mil euros por empresário.

GRA/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o Diretor de Programação da Rádio Ilhéu, sediada na Ilha de São Jorge. É também autor da rubrica 'Cronicas da Ilha e de Um Ilhéu' que é emitida em rádios locais, regionais e da diáspora desde 2015.