ÚLTIMAS

TERCEIRA | Praia da Vitória. “Câmara Municipal trabalha diariamente para salvar o concelho da bancarrota socialista”

418views

O PSD da Praia da Vitória elogiou hoje “o esforço diário da atual Câmara Municipal, que está a trabalhar arduamente para salvar o concelho da bancarrota socialista”, lidando “com o descalabro deixado nas contas municipais e no afogo em que os sucessivos executivos do PS colocaram a Praia da Vitória”.

“O PS destruiu a Praia da Vitória e a reconstrução cabe à Coligação”, refere uma nota da concelhia social-democrata, lembrando que, “variadíssimas vezes o PSD alertou, pela voz dos seus vereadores, deputados municipais e estrutura local, e até sob constatações do Tribunal de Contas, para o abismo a que os socialistas conduziam a Praia da Vitória”.

“Que culminou numa bancarrota municipal que acarretará a necessidade de recorrer à ajuda do Fundo de Apoio Municipal, para nos reorganizarmos e projetarmos o futuro da Praia”, explicam, expressando “solidariedade com todos os trabalhadores que viram extintos os seus postos de trabalho na Cooperativa Praia Cultural (CPC)”, agradecendo “toda a sua dedicação e empenho ao Município da Praia da Vitória, ao longo dos últimos anos”.

Para o PSD praiense, “tratou-se de uma decisão extremamente difícil, que nenhum executivo municipal devia ter de tomar, mas que é consequência da enorme irresponsabilidade dos executivos socialistas do passado que, tendo conhecimento do rumo irresponsável a que conduziam o município, nada fizeram para o inverter, agindo levianamente, sem rumo, conduzindo ao estado atual, enganado mesmo os colaboradores da Cooperativa Praia Cultural e todos os praienses”, afirmam.

Os social-democratas consideram que “seria importante os socialistas da Praia da Vitória explicarem porque chegamos a este estado, ao invés da utilização que têm feito dos trabalhadores da CPC como arma de arremesso política contra a Presidente Vânia Ferreira”.

“Os socialistas contrataram irresponsavelmente estes quase duzentos recursos humanos para a CPC e não o submeteram a reunião de Câmara ou de Assembleia Municipal, nem verificaram a viabilidade futura destes postos de trabalho”, recordam.

“Mais que isso, disseminaram e esconderam dívida municipal, milhões de dívida, que agora é preciso consolidar e pagar. E criaram uma estrutura municipal quando sabiam não ter capacidade financeira para a suportar”, sublinham.

“Os socialistas esconderam a verdade aos praienses e às instituições, particularmente à Direção Geral da Autarquias locais, a quem deveriam ter reportado toda a informação financeira, mas não o fizeram”, declara o PSD/Praia da Vitória.

“Para além de hipotecarem o futuro da Praia, os socialistas nunca pediram a demissão dos anteriores Presidentes de Câmara e executivos municipais, quando sabiam que o caminho a que os mesmos levavam a Praia da Vitória era o da bancarrota”, reforça a concelhia do PSD.

Explicam pois, que “a atual reestruturação financeira do município permitirá libertar capacidade de investimento para projetar o futuro da Praia da Vitória, respondendo às necessidades mais elementares do concelho, algo que atualmente não é possível, face ao estrangulamento financeiro que os sucessivos governos socialistas deixaram”.

“Isso permitirá olhar o futuro com esperança, garantindo o desenvolvimento económico do concelho com investimentos já mapeados no âmbito do PO2030 e do PRR, situação que até agora era impossível sem a reestruturação que está em curso”, acrescentam.

O PSD local assegura que o município “vai garantir, por via da internalização na Câmara, cerca de 90 postos de trabalho da Cooperativa Praia Cultural, trabalhadores que verão agora definitivamente garantidos os seus postos de trabalho. Esse é um passo importante na estabilização da vida daquelas pessoas, algo que os executivos socialistas nunca acautelaram”, alertam.

“É um número muito acima do expectável, que resulta da sensibilidade social do atual executivo municipal, que atenta para a realidade das empresas e famílias do concelho, procurando acautelar e garantir o desenvolvimento económico do concelho”.

O PSD diz ainda que “esta reestruturação organizacional e financeira repõe a verdade aos praienses e potencia um novo começo para a Praia da Vitória, libertando mecanismos financeiros que promovem a Praia de futuro”.

“Importa agora uma concertação entre todos os responsáveis políticos, os agentes económicos e sociais, para que, em espírito de diálogo e compromisso, o futuro da Praia da Vitória possa ser a prioridade de todos”, concluem.

PSD/AÇORES/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o Diretor de Programação da Rádio Ilhéu, sediada na Ilha de São Jorge. É também autor da rubrica 'Cronicas da Ilha e de Um Ilhéu' que é emitida em rádios locais, regionais e da diáspora desde 2015.