ÚLTIMAS

SÃO MIGUEL | Governo dos Açores apoia freguesias afetadas pelo mau tempo e sinaliza Variante às Capelas como fator mitigador de ocorrências

© Governo dos Açores
470views

A Secretária Regional do Turismo, Mobilidade e Infraestruturas, Berta Cabral, visitou na segunda-feira as freguesias do concelho de Ponta Delgada afetadas pelo temporal de agosto, reforçando a disponibilidade do Governo dos Açores para continuar a apoiar os trabalhos de limpeza, reparação e adaptação necessários.

No decorrer da deslocação às freguesias de Capelas, Santo António, Santa Bárbara, Remédios, Ajuda da Bretanha e Feteiras, Berta Cabral conferenciou diretamente com os respetivos Presidentes de Junta de Freguesia a propósito do sucedido, de modo a avaliar as principais dificuldades e preocupações para o imediato e a prazo.

A Secretária Regional com a tutela das Infraestruturas anunciou, entretanto, que a empreitada da Variante às Capelas, que representa um investimento de 30 milhões de euros, por via do PRR (Plano de Recuperação e Resiliência), vai arrancar já no próximo ano e, para além dos objetivos específicos do PRR, procurará mitigar inundações como as que atingiram várias freguesias do concelho de Ponta Delgada a 20 de agosto.

“O Governo dos Açores está disponível para apoiar as freguesias afetadas recentemente pelo mau tempo e o concurso para a obra da variante às Capelas será lançado até final do ano”, referiu.

Falando sobre a visita que efetuou às referidas freguesias, Berta Cabral realçou que se pretendeu “identificar aquilo que, depois dos grandes trabalhos de limpeza, ainda possa haver e que cirurgicamente precisa de apoio”.

“Estamos disponíveis para colaborar com os presidentes de junta, através de protocolos, para todos juntos acudirmos às situações que estão para ser resolvidas”, afirmou.

A governante alertou, ainda, que “durante todo o ano, todos têm de assumir a sua responsabilidade na limpeza das matas, no arroteio das pastagens, no desvio das linhas de água normais – a água quando é desviada encontra outro curso e segue de qualquer maneira”.

“Tudo aquilo que virmos que pode influir nas alterações climáticas, temos de evitar, temos de prevenir”, reforçou.

Segundo Berta Cabral, as “alterações climáticas exigem uma grande responsabilidade” de toda a sociedade, sendo necessário limpar as matas, ordenar as pastagens e evitar os desvios de linhas de água”.

“Esta situação não é nova. De anos a anos – e até mais do que uma vez ano – acontecem este tipo de tempestades e com cada vez maior intensidade. Isso tem a ver com as alterações climáticas”, explicou a Secretária Regional, que reforçou o incentivo a uma rápida e consistente adaptação de comportamentos face a estes fenómenos.

GRA/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o Diretor de Programação da Rádio Ilhéu, sediada na Ilha de São Jorge. É também autor da rubrica 'Cronicas da Ilha e de Um Ilhéu' que é emitida em rádios locais, regionais e da diáspora desde 2015.