ÚLTIMAS

REGIÃO | PS. “Governo Regional asfixia a Cultura dos Açores com atrasos e cortes nos apoios”

456views

Rodolfo Franca realçou que este Governo Regional, do PSD-CDS/PP-PPM, com o apoio da IL e do Chega, está a “asfixiar a Cultura dos Açores”, com os seus “sucessivos atrasos e cortes no financiamento”, corporizados numa “redução drástica dos apoios à Cultura nos Açores”.

O deputado socialista falava à saída de uma reunião entre o grupo parlamentar do PS e o grupo de teatro amador “Alpendre”, exemplo de uma instituição desconhece ainda se terá qualquer apoio do Governo Regional e que subsiste apenas com o apoio da Câmara Municipal de Angra do Heroísmo.

“O Governo Regional tem asfixiado a Cultura na Região, em vez de ser o seu promotor e incentivador, lembrando que a Cultura é muito importante para os residentes, mas também para o turismo da Região, para aqueles que nos visitam”, sublinhou o parlamentar socialista.

“Em 2020 os apoios do Governo Regional, então da responsabilidade do PS, ascendiam a 2,7 milhões de euros, tendo tido uma execução de mais de 90%. Neste ano de 2023, este Governo destinou menos de 2 milhões de euros a este setor e, no primeiro trimestre do ano, a execução não chegou aos 25%”, realçou.

Rodolfo Franca lembrou que em 2023 houve “um corte de 30% nos apoios à Cultura em relação a 2022”, para além do “corte transversal de 25% na cativação que está prevista pela Secretaria Regional das Finanças”.

“Nós estamos em julho, a um mês do Festival Internacional de Folclore dos Açores, a três meses do Angra Jazz, por exemplo, e há todo um conjunto de agentes culturais Açorianos que aguardam por saber a que apoios terão direito para 2023”, denunciou.

Rodolfo Franca evidenciou que, nesta legislatura, “já vamos no terceiro Diretor Regional da Cultura”, com uma Secretária Regional totalmente ausente, salientando que a transformação da Direção Regional da Cultura numa Direção Regional de ‘Assuntos Culturais’ “evidencia que não há um apreço nem um caminho claro deste Governo em relação à Cultura”.

“Nesta, como noutras áreas, não há um trabalho contínuo, não há um trabalho sustentado, não há um trabalho pensado e isso está a puxar Cultura dos Açores para trás”.

Não vemos uma intenção do Governo Regional de, com seriedade, ajudar este tipo de instituições. Até porque os atrasos no pagamento de apoios são reiterados ano após ano e isso é completamente asfixiante, quando falamos de instituições que vivem de pequenos apoios e isso pode fazer com que, no ano seguinte, estas instituições pensem duas vezes se querem, ou não, voltar a abrir portas. E sem estas instituições, ficamos todos mais pobres”, finalizou Rodolfo Franca.

GPPS/AÇORES/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o Diretor de Programação da Rádio Ilhéu, sediada na Ilha de São Jorge. É também autor da rubrica 'Cronicas da Ilha e de Um Ilhéu' que é emitida em rádios locais, regionais e da diáspora desde 2015.