ÚLTIMAS

REGIÃO | Proposta do PS para criar um Plano de Valorização da Viola da Terra aprovada por unanimidade no Parlamento dos Açores

490views

O Parlamento dos Açores aprovou esta quinta-feira, por unanimidade, um projeto de resolução do Grupo Parlamentar do PS que recomenda ao Governo que crie um Plano de Valorização da Viola da Terra nos Açores, através de várias iniciativas.

Na apresentação da iniciativa, a deputada socialista Marta Matos destacou que a Viola da Terra “sempre teve uma forte importância social e cultural nos Açores”, observando que neste instrumento musical “figuram os símbolos da identidade Açoriana: os dois corações, de quem parte emigrado e de quem fica, a lágrima da saudade, a coroa do Espírito Santo e o Açor, que deu nome ao arquipélago”.

“A viola da terra afirma-se como expressão da nossa identidade, está nos sons das nossas nove ilhas. Está nas folgas e chamarritas, nas romarias e arraiais, nos bailes de roda, nos ranchos folclóricos e nas cantigas ao desafio, nas folias do Espírito Santo, nos ranchos de Natal e nas danças de Carnaval. Está nas velhas, nos pezinhos, nas sapateias, nas auroras, nas saudades”, enunciou Marta Matos.

Na iniciativa agora aprovada, o PS recomenda ao Parlamento dos Açores que declare o dia 2 de outubro como o ‘Dia da Viola da Terra’ e também que desenvolva procedimentos para classificar a Viola da Terra como Património Cultural Imaterial.

“Queremos que o Governo Regional dos Açores implemente um Plano Regional para a Valorização da Viola da Terra que tenha como principais eixos a promoção, divulgação e criação cultural, a formação musical de alunos e formadores, a formação profissional na arte de construção e de restauro”, frisou a deputada.

Outro eixo que deve constar desse Plano, explicou, é a “inventariação, recuperação, divulgação e disponibilização museológica e digital do acervo e património material existente”.

“Este é um trabalho que deve ser desenvolvido em parceria com as associações, sociedades recreativas, casas do povo, conservatórios, escolas, museus e outras entidades públicas e privadas do setor cultural, inclusive nas comunidades da Diáspora Açoriana”, sublinhou Marta Matos.

A deputada do PS/Açores homenageou “todos os homens e mulheres que, ontem como hoje, criam, compõem, constroem, tocam e divulgam a nossa Viola da Terra”, defendendo a “proteção e valorização da riqueza cultural da nossa Região”, através da “divulgação e incentivo do trabalho dos nossos músicos e artistas, bem como das nossas associações culturais”.

“É crucial manter uma atividade constante, contínua e credível de iniciativas com e sobre a Viola da Terra, sensibilizando públicos e estimulando a interação entre os grupos e escolas das diferentes ilhas para que se partilhem conhecimentos, repertórios, técnicas, experiências”, destacou a parlamentar socialista.

Marta Matos concluiu a sua intervenção lançando o desafio ao Presidente da Assembleia Legislativa Regional dos Açores para que, nas primeiras comemorações oficiais do Dia da Viola da Terra, possa haver “um evento especialmente dedicado a atuações com este instrumento”, no próprio Parlamento dos Açores.

GPPS/AÇORES/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o Diretor de Programação da Rádio Ilhéu, sediada na Ilha de São Jorge. É também autor da rubrica 'Cronicas da Ilha e de Um Ilhéu' que é emitida em rádios locais, regionais e da diáspora desde 2015.