REGIONAL

REGIÃO | Governo dos Açores premeia quatro vencedores do concurso de ideias do projeto ReBuild 17

124views

No âmbito do projeto ReBuild 17, promovido pela Secretaria Regional do Turismo, Mobilidade e Infraestruturas, através do Laboratório Regional de Engenharia Civil (LREC), foram eleitos quatro vencedores no concurso de ideias que decorreu de 20 de maio ao passado dia 19 de julho. 

O concurso destinava-se ao desenvolvimento de ideias para novos materiais ou produtos, com incorporação de resíduos de construção e demolição (RCD).

Os participantes do concurso puderam submeter uma ou mais ideias, em cada uma das quatro áreas do concurso, designadamente, superfícies e revestimentos; mobiliário urbano; mobiliário interior e tema livre. 

Através de critérios como potencial de materialização, ideia, potencial de impacto no mercado, inovação, potencial de circularidade e impacto do projeto para a Região Autónoma dos Açores, foram eleitas quatro propostas vencedoras, uma ideia vencedora por área de concurso, e duas menções honrosas.

Na categoria de superfícies e revestimentos, o vencedor foi o projeto “Material Species”, da autoria de Patrícia Gomes e Luis Lima, residentes no Porto, com uma ideia que envolve a utilização de resíduos de construção e demolição para a criação de superfícies e revestimentos passíveis de ser aplicados em pisos, paredes, móveis e bancadas. 

Na categoria de mobiliário urbano, o vencedor foi Alexandre Picanço, residente na ilha de São Miguel, com o projeto Aviam Scamnum, que prevê o desenvolvimento de um mobiliário de exterior a partir de agregados reciclados, com um design estético funcional e diferenciador. 

Fernando Parreira, residente em Odemira, foi o vencedor da categoria de mobiliário interior, com o projeto ReDecora, uma ideia que prevê a utilização de móveis decorativos usados como recurso e não como resíduo, através da sua reutilização. 

O projeto AFBM Serving Board, da autoria de Gustavo Cabral, residente na Madeira, foi o vencedor da categoria de tema livre, com uma ideia que prevê a utilização de resíduos de vidro incorporados em argamassas para a produção de tábuas de servir.

Tendo o júri considerado o elevado posicionamento de mais duas candidaturas para além da vencedora, na categoria das superfícies e revestimentos, decidiu  atribuir duas menções honrosas, sendo a primeira atribuída a Alexandre Picanço, com o projeto Nine, que prevê a incorporação de vidro reutilizado em revestimentos, com nove gradientes diferentes e a segunda atribuída ao projeto “Vamos reutilizar os RCDs”, da autoria de Fernando Parreira, que prevê potencializar a reutilização de resíduos de construção e demolição, aumentando o seu ciclo de vida.

A eleição dos vencedores ficou a cargo do júri do concurso composto pelo Diretor do Laboratório Regional de Engenharia Civil, Eng.º Francisco Fernandes; pelo Professor Manuel Duarte Pinheiro, Vice-Presidente da Civil Engineering and Research and Inovation for Sustainability (CERIS), do Instituto Superior Técnico da Universidade de Lisboa; pela Professora Maria João Barros, da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade dos Açores; pela Arq.ª Andrea Moura, Técnica Superior da Direção Regional do Empreendedorismo e Competitividade (DREC); e pela Professora Maria Milano, Coordenadora dos cursos de Design de Interiores, professora adjunta e diretora do Mestrado de Design de Interiores da Escola Superior de Artes e Design (ESAD).

Esta iniciativa, promovida pelo projeto ReBuild 17, surge no âmbito do Programa Ambiente, financiado pelo mecanismo financeiro EEA Grants e é promovido pelo Governo Regional dos Açores, através da Secretaria Regional do Turismo, Mobilidade e Infraestruturas, pelo Laboratório Regional de Engenharia Civil (LREC), em parceria com a Fibrenamics Azores, via Centro Inovação de Produtos Materiais Avançados (CIMPA), a Direção Regional do Ambiente e Alterações Climáticas e a empresa islandesa ReSource International.

GRA/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o editor da Rádio Ilhéu.