REGIONAL

REGIÃO | Governo dos Açores apresenta projeto de requalificação da Mata Ajardinada da Lagoa do Congro

| Fotos: SRAAC
150views

O Secretário Regional do Ambiente e Alterações Climáticas, Alonso Miguel, apresentou, o projeto de requalificação da Mata Ajardinada da Lagoa do Congro, no qual se pretende valorizar o potencial lúdico e ecológico daquele espaço exterior único, conciliando os valores ecológicos, geológicos e culturais.

De acordo com Alonso Miguel, “esta requalificação assenta em três componentes distintas, sendo que a primeira intervenção incidirá sobre a vegetação da Mata Ajardinada, com o controlo de espécies invasoras e plantação de espécies endémicas e nativas, e com ações de proteção de exemplares de espécies ornamentais, outrora introduzidas por José do Canto”.

“Ainda nesta fase proceder-se-á à remoção de exemplares arbóreos que se encontram em mau estado fitossanitário, ou em risco de queda, e que possam colocar em causa a segurança dos visitantes”, sublinhou.

O governante esclareceu ainda que nesta intervenção “serão apenas utilizados métodos manuais e moto-manuais e os trabalhos serão acompanhados por técnicos especializados, estando prevista a plantação progressiva de espécies endémicas, de forma a recuperar esta magnífica paisagem açoriana, cheia de simbolismo para os Micaelenses e, em particular, para os Vilafranquenses”.

Para o planeamento desta intervenção, foram solicitadas vistorias ao local por parte do Laboratório Regional de Engenharia Civil e da Direção Regional dos Recursos Florestais, para avaliação das condições geológicas, morfológicas e hidrológicas da zona em apreço, permitindo a execução do projeto apresentado.

Numa segunda ação, “está prevista a criação de um parque de estacionamento gratuito, integrado na floresta de Cryptomeriajaponica (criptomérias), com o mínimo de impacto possível na paisagem. Este parque terá capacidade para 30 viaturas ligeiras, dias viaturas de transporte de pessoas com mobilidade reduzida e seis bicicletas”, referiu Alonso Miguel.

O Secretário Regional adiantou que “estas duas intervenções representam um investimento de cerca de 140 mil euros, e deverão ficar concluídas até ao final do presente ano”.

O governante disse ainda que se encontra “em fase de conclusão de projeto uma terceira intervenção para beneficiação do percurso pedonal, através da instalação de uma rede de drenagem de águas pluviais, melhoria das áreas de usufruto e para instalação de sinalética de apoio à visitação”.

Para além da requalificação da Mata, de acordo com Alonso Miguel, pretende-se ainda, em articulação com a IROA, S.A., desenvolver um projeto para regularização e melhoria da drenagem do caminho agrícola de acesso à Lagoa do Congro.

GRA/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o editor da Rádio Ilhéu.