REGIONAL

REGIÃO | Chega quer toda a verdade sobre “avales” do anterior Governo Socialista

113views

O CHEGA lamentou hoje que o Partido Socialista esteja a servir-se de semântica para “afunilar” questões, escudando-se para que se apurem responsabilidades na concessão de avales a empresas privadas, por parte do anterior governo.

Na primeira reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito à Concessão de Avales a Empresas Privadas, José Pacheco argumentou que “esta é uma comissão de inquérito onde se apura a verdade, por isso, vamos apurar a verdade” e não usar questões de semântica – nomeadamente entre “cartas de conforto” e “garantias” – para que efectivamente se aprofunde o alcance dos avales dados pelo anterior Governo dos Açores a algumas empresas privadas.

“Aquilo que os açorianos querem saber é se o papelão, no dia em que foi escrito – fosse manuscrito, fosse através de sms – era um documento válido, e se hoje se transformou num papelinho, sem validade nenhuma, ou se teve alguma consequência”, explicou enquanto se discutiam os termos a usar por parte da comissão, perante os inquiridos.

Para José Pacheco importa saber se houve consequências “especialmente para o bolso das pessoas. Porque este dinheiro não é nosso, pertence às pessoas que pagam impostos e as pessoas querem saber o que se faz com ele”, argumentou.

O CHEGA entende que numa comissão de inquérito, quando se começam a impor entraves através da semântica “estamos a dar um péssimo exemplo aos açorianos. E os açorianos têm o direito de saber o que se passa com o dinheiro deles”.

Na reunião que serviu para definir diligências e calendarização dos trabalhos na comissão, José Pacheco referiu que “quem nada deve, nada teme” e que o que se pretende apurar “é se houve erro ou má conduta”. Quanto a análises políticas “fazem-se nas urnas. Tudo o resto, deve ser feito nos tribunais. Infelizmente no nosso país não há consequências pesadas para as pessoas que fazem uma má gestão de dinheiros públicos”, lamentou.

CHEGA/AÇORES/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o editor da Rádio Ilhéu.