ÚLTIMAS

REGIÃO | Açores recebem doação de ‘memorabilia’ referente a Antero de Quental

© Governo dos Açores | Foto: MM
497views

A Região Autónoma dos Açores recebeu, recentemente, uma importante doação, de ‘memorabilia’ ligada à pessoa e à família do poeta Antero de Quental (1842-1891), feita por Judite Fernanda Calheiros Quental, sobrinha bisneta de Antero, figura marcante e incontornável da cultura açoriana e portuguesa.

A doação foi entregue pessoalmente pela doadora ao Presidente do Governo Regional dos Açores, José Manuel Bolieiro, no dia 29 de junho de 2023, durante um encontro realizado em Lisboa, que contou ainda com a presença de Ana Maria Almeida Martins, distinta investigadora anteriana, e de Pedro Pascoal de Melo, membro do gabinete do Presidente.

Judite Fernanda Quental Calheiros, nascida em 1929, é filha de Nuno Coutinho Novais de Quental, neta de Paulo de Quental (1859-19??), bisneta de André de Quental (1836-1888) – irmão mais velho do poeta Antero de Quental – e trineta de Fernando de Quental (1814-1872).

A doação inclui um álbum que, entre outros, contém o poema “Amor de Mãe”, datado do Ramalho (Ponta Delgada), dia 16 de julho de 1859, e assinado Antero Tarquínio Quental, cuja autenticidade da letra foi estabelecida pela  investigadora Ana Maria Almeida Martins, por comparação com uma carta que o poeta escreveu à mãe, em 29 de junho do ano anterior; ainda um anel de sinete com as armas dos Ponte Quental, que terá pertencido a André de Quental, irmão do poeta, ou a seu filho Paulo de Quental; bem como uma medalha de D. Pedro IV e de D. Maria II ou das Campanhas da Liberdade, concedida a Fernando do Quental, pai do poeta, apoiante da causa liberal e um dos Bravos do Mindelo; e, finalmente, das medalhas Militar de Comportamento Exemplar (MPCE), da Real Ordem Militar de Aviz (CvA) e de 2.ª Classe da Ordem Espanhola da Cruz Vermelha, concedidas a Paulo de Quental, sobrinho do poeta.

Pela doadora foi comunicada a sua profunda vontade que os objetos oferecidos sejam depositados junto à livraria pessoal de Antero de Quental, que se encontra na Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada.

GRA/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o Diretor de Programação da Rádio Ilhéu, sediada na Ilha de São Jorge. É também autor da rubrica 'Cronicas da Ilha e de Um Ilhéu' que é emitida em rádios locais, regionais e da diáspora desde 2015.