DIÁSPORAÚLTIMAS

ATUALIDADE | Sofia Ribeiro destaca “proximidade permanente” entre os Açores e Estado brasileiro do Rio Grande do Sul

© Governo dos Açores | Foto: GRA
373views

A Secretária Regional da Educação e dos Assuntos Culturais, Sofia Ribeiro, sublinhou, na sexta-feira, a relação “sem precedentes” de “proximidade permanente” entre os Açores e o Estado brasileiro do Rio Grande do Sul.

Falando na Casa dos Açores do Estado, situada no município de Gravataí, Sofia Ribeiro sublinhou que a entidade “foi determinante na condigna comemoração dos 270 anos do povoamento açoriano do Estado do Rio Grande do Sul e dos 250 anos da fundação Açoriana da sua capital, Porto Alegre, a maior cidade do mundo fundada por Açorianos, que decorreu ao longo do ano de 2022”.

E prosseguiu: “O Governo dos Açores desenvolveu uma relação, sem precedentes, de proximidade permanente com o Rio Grande do Sul, especialmente através da Direção Regional das Comunidades, designadamente, com o encontro estadual de municípios gaúchos de povoamento açoriano, em janeiro; com a missão Açoriana aos 250 anos de Porto Alegre, em março; com o Encontro Internacional de História e Genealogia Açoriana, em junho; e com o Encontro Estadual de Raízes Açorianas, em dezembro”.

A Casa dos Açores do Rio Grande do Sul é, defende a governante, uma “embaixada cultural” dos Açores no extremo sul do Brasil, tendo agora cumprido “20 anos de vida intensa”.

“Foram duas décadas de dedicação exemplar à nossa causa comum de preservar e promover a identidade açoriana em terras Gaúchas. É uma Casa fundada e dinamizada por açordescendentes numa sede construída por açorianos numa cidade de povoamento açoriano. É um orgulho para o Governo dos Açores”, sustentou.

A Educação, acrescentou ainda, “é o melhor investimento que se pode fazer para o futuro.

“Ora, é exatamente em nome do futuro que queremos potenciar a celebração do nosso passado. Os 270 anos da nossa história comum foram importantes, mas devem ser consequentes, lançando as bases para uma mútua relação que se quer concreta e proveitosa. É neste contexto que surge o conceito, inovador e contemporâneo, dos Centros Culturais Açorianos. Serão espaços de exposição permanente de acervo cultural representativo da identidade açoriana, desde o artesanato até aos livros”, declarou.

E concretizou: “Com a celebração dos protocolos fundacionais, já hoje aqui ficou simbolicamente entregue um primeiro conjunto de produtos culturais açorianos doado pela Direção Regional das Comunidades, que poderá vir a ser oportunamente complementado pela própria Direção Regional dos Assuntos Culturais, que tutelo”.

Sofia Ribeiro assinou protocolos para a constituição de Centros Culturais Açorianos em 10 municípios brasileiros: Alegrete, Arroio Grande, Cachoeira do Sul, Gramado, Jaguarão, Porto Alegre, Santo António da Patrulha, São Gabriel, São José do Norte e Tavares.

O Diretor Regional das Comunidades, José Andrade, integra também a comitiva Açoriana, que conta também, a nível local, com a Presidente da Casa dos Açores do Rio Grande do Sul, Viviane Peixoto Hunter, e o Conselheiro da Diáspora Açoriana pelo Estado, Régis Marques Gomes.

GRA/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o Diretor de Programação da Rádio Ilhéu, sediada na Ilha de São Jorge. É também autor da rubrica 'Cronicas da Ilha e de Um Ilhéu' que é emitida em rádios locais, regionais e da diáspora desde 2015.