ÚLTIMAS

ATUALIDADE | PS. “Governo de Bolieiro é responsável pelo maior défice e maior dívida de sempre dos Açores”

335views

Carlos Silva, membro do Secretariado Regional do PS/Açores, lamentou esta quarta-feira que, mais uma vez, “o PSD/Açores e os seus dirigentes estejam mais preocupados em atacar o Partido Socialista”, do que, efetivamente, “em propor medidas e soluções que ajudem as famílias e as empresas Açorianas a enfrentar as dificuldades que atravessam”.

Numa reação à conferência de imprensa de ontem do PSD/Açores, Carlos Silva considerou que na ânsia de desviar as atenções face aos fracos resultados da governação de José Manuel Bolieiro, o Vice-presidente social-democrata, Luís Maurício, tenha optado por mais um triste episódio da série de ficção “A culpa para todos os males da governação da direita é do PS”.

“O Presidente do Governo continua sem assumir responsabilidades pela forma incompetente como tem gerido a Região e o dinheiro público”, assegurou o dirigente socialista, para reforçar que em pouco mais de dois anos o Governo do PSD/Açores e de Bolieiro seja o responsável pelo maior défice da nossa história, “que em termos acumulados ascende a 800 milhões de euros e provocou um aumento da dívida bruta da Região para os três mil milhões de euros”.

“Esta gestão ruinosa das contas públicas tem como responsável máximo José Manuel Bolieiro, que continua sem se conseguir impor perante os seus parceiros da coligação, mas mais importante, continua a ser incapaz de aproveitar os fundos comunitários recorde, superiores a 3,2 mil milhões de euros, para investir na resolução de problemas estruturais da Região e em medidas urgentes de resposta à crise inflacionista”, considerou o socialista.

Mas, conforme acrescenta ainda Carlos Silva, e a par da fraca execução das verbas do PRR nos Açores, foi também José Manuel Bolieiro, enquanto Presidente do Governo Regional, que impediu a ajuda às empresas Açorianas, uma vez que, tal como havia prometido, “as candidaturas às Agendas Mobilizadoras não começaram do zero e ficou por chegar às empresas o valor de 117 milhões de euros”.

“Em apenas dois anos e meio de governação, este é o lastro de destruição deixado na Região pelo Governo do PSD/CDS-PP/PPM”, assegurou o socialista, para salientar que nem mesmo os mais recentes ataques da coligação ao Governo da República da responsabilidade do Partido Socialista, no âmbito das verbas do furacão Lorenzo, “ilibam José Manuel Bolieiro de ter prescindido de cerca de 68 milhões de euros do financiamento para as obras de recuperação”.

Nesse sentido, Carlos Silva lamentou a postura do Vice-presidente do PSD/Açores, “um político experiente, que não resistiu a ser um mero cartilheiro de Duarte Freitas, que esbanja milhares de euros em consultorias e auditorias para fazer propaganda contra o PS” e considerou não receberem lições de moral do PSD de José Manuel Bolieiro, “que está a ser investigado por gestão danosa no processo de insolvência da empresa municipal Azores Parque”.

“O Partido Socialista dos Açores, apesar das recorrentes tentativas de intimidação, não deixará de fiscalizar a ação governativa, na defesa intransigente dos Açorianos e do interesse regional, porque, ao contrário do PSD/Açores, não abdicamos dos nossos princípios e dos nossos valores para chegar ao poder”, assegurou Carlos Silva, membro do Secretariado Regional do PS/Açores.

PS/AÇORES/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o Diretor de Programação da Rádio Ilhéu, sediada na Ilha de São Jorge. É também autor da rubrica 'Cronicas da Ilha e de Um Ilhéu' que é emitida em rádios locais, regionais e da diáspora desde 2015.