ÚLTIMAS

ATUALIDADE | Não deve haver ingerência na autonomia, mas apoios nacionais têm de chegar aos Açores – José Manuel Bolieiro

© Governo dos Açores
554views

O Presidente do Governo Regional dos Açores, José Manuel Bolieiro, sublinhou na segunda-feira concordar com a posição do Ministério da Agricultura de que não deve haver uma ingerência na autonomia da Região, mas reiterou que apoios nacionais, acionados devido a circunstâncias extraordinárias, têm de chegar a todo o país, Açores e Madeira incluídos.

“Concordo que não deve haver ingerência na autonomia, mas subscrevo de forma firme e determinada que o Estado é para corresponder às necessidades do Estado e que o governo do país é para governar o país e apoiar, nas medidas nacionais, não só o continente, mas também os Açores e Madeira”, afirmou o governante.

José Manuel Bolieiro falava aos jornalistas após a reunião do Conselho de Ilha das Flores, que encerrou o primeiro de dois dias de visita estatutária à ilha do grupo ocidental.

Sobre a posição do PS/Açores, o Presidente do Governo lamentou a “confusão” existente nas hostes socialistas.

“O PS pensa uma coisa às segundas, quartas e sextas e outras às terças, quintas e sábado. Ainda o outro dia aprovou [no Parlamento Regional, numa votação subscrita por todos os partidos] uma resolução a reivindicar a justa aplicação das medidas nacionais a todos os portugueses. Se há confusão ela tem origem no PS”, disse.

O Governo dos Açores reitera a posição de que os apoios em causa, referentes à guerra na Ucrânia e também com o intuito de mitigar o efeito da subida dos preços dos custos de produção, devem ser alargados às Regiões Autónomas, posição que tem também sido defendida pela Federação Agrícola dos Açores.

GRA/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o Diretor de Programação da Rádio Ilhéu, sediada na Ilha de São Jorge. É também autor da rubrica 'Cronicas da Ilha e de Um Ilhéu' que é emitida em rádios locais, regionais e da diáspora desde 2015.