ÚLTIMAS

ATUALIDADE | Construção do navio de investigação com visto prévio do Tribunal de Contas

© Governo dos Açores
706views

A Secretaria Regional do Mar e das Pescas, através da Direção Regional das Pescas, já rececionou da Secção Regional dos Açores do Tribunal de Contas o visto prévio do contrato de construção do navio de investigação, com um valor de €19.799.400,00, acrescido de IVA à taxa legal em vigor, financiado no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR).

O prazo máximo para conceção, construção e entrega do bem móvel é de 900 dias e compreende o prazo de entrega do projeto do navio para aprovação às entidades nacionais competentes e à Sociedade de Classificação, bem como o prazo de conclusão da construção e armamento e entrega do navio no porto da Horta.

O navio de investigação científica multidisciplinar que a Região Autónoma dos Açores pretende construir tem como objetivo capacitar a Região de uma plataforma tecnológica de acesso ao mar profundo do Atlântico Nordeste central, e em especial da Zona Económica Exclusiva do Arquipélago.

A nova plataforma de investigação terá os mais modernos padrões tecnológicos em termos de capacidades e de equipamentos, e complementarmente terá um elevado desempenho energético.

O navio será registado no Registo de Bandeira Português como navio de investigação, com a lotação mínima de vinte pessoas para navegação global, excluindo as zonas com gelo, dez tripulantes técnicos e dez tripulantes científicos. Adicionalmente o navio terá lotação para um mínimo de trinta pessoas embarcadas em viagens diárias.

O novo navio de investigação terá capacidade para atuar, entre outras, em áreas como o mapeamento dos fundos marinhos (batimetria com base em equipamentos acústicos), prospeção e exploração biológica de organismos com aptidão biotecnológica, apoio ao desenvolvimento de tecnologias de produção de energias renováveis offshore ou formação de ativos no âmbito da Escola do Mar dos Açores.

Entre outros equipamentos, o navio será equipado com um de equipamento acústico eletrónico que maximizará o potencial de investigação da plataforma até uma profundidade de no mínimo cinco mil metros.

Com 45,95 metros de comprimento e 10,5 metros de boca, o navio terá uma autonomia de 15 dias, dispondo de propulsão diesel elétrica. Incluirá camarotes correspondentes à sua lotação máxima, sala de aulas, laboratórios (seco e húmido) e centro de dados.

Este investimento integra a medida do PRR – “Navio de Investigação” –, que faz parte da componente C10-i04-RAA – Desenvolvimento do “Cluster do Mar dos Açores”.

GRA/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o Diretor de Programação da Rádio Ilhéu, sediada na Ilha de São Jorge. É também autor da rubrica 'Cronicas da Ilha e de Um Ilhéu' que é emitida em rádios locais, regionais e da diáspora desde 2015.