ÚLTIMAS

ATUALIDADE | CDS-PP condena que IL esteja refém da ideologia e ignore o interesse público ao nível do acesso a respostas sociais

521views

O Grupo Parlamentar do CDS-PP Açores condenou nesta sexta-feira a Iniciativa Liberal – IL/Açores por estar “refém da ideologia” em matéria de acesso a respostas sociais, ignorando “olimpicamente o interesse público” em “criar mais vagas em creche na ilha Graciosa”. 

“A IL foi à Graciosa cair num equívoco. Não é verdade que foram transferidas crianças da creche ‘O Balão’, mas sim do jardim de infância. São respostas diferentes, uma de natureza social e outra de natureza educativa”, realçaram.

A reação do Grupo Parlamentar surge na sequência das declarações do deputado da Iniciativa Liberal, Nuno Barata, por ocasião de uma visita à Graciosa, onde visitou as valências de creche e jardim de infância da ilha. 

“Nuno Barata recorre ao argumento tipicamente liberal da liberdade de escolha, mas ignora olimpicamente o interesse público e a boa gestão dos recursos e dinheiros públicos”, afirmaram os deputados do CDS-PP. 

“Como é público, a Graciosa tem uma única creche. Tem uma lista de espera significativa para essa valência na ilha, pelo que o Governo dos Açores procurou encontrar soluções rápidas para satisfazer as necessidades das famílias”, defenderam. 

E a solução de transferir crianças do jardim de infância da Santa Casa da Misericórdia da Vila de Santa Cruz para a escola pública foi “pragmática” e “procurou resolver um problema concreto de falta de vagas em creche naquela ilha”. 

Além disso, defenderam, “estava em causa a boa rentabilização de recursos existentes” e a “diferenciação entre aquilo que são respostas educativas como o jardim de infância (3 a 6 anos) e valências sociais como é a creche (até aos 3 anos)”.

“Devemos acrescentar que para o CDS-PP é essencial que as escolas de freguesia tenham crianças e não estejam vazias. Esta medida vai levar crianças para as freguesias, para junto das suas famílias”, concretizaram. 

Porém, segundo o CDS-PP, a “IL, em nome do liberalismo e para recriar um facto político, prefere desconsiderar as famílias graciosenses que pretendem aceder a uma vaga em creche”. 

“Os liberais ignoram a falta de vagas em creche na Graciosa, ignoram as listas de espera e ignoram as metas previstas no PRR neste âmbito”, salientaram. 

“A IL tem sido muito pouco liberal em diversos dossiers. Prova disso é o voto que, aqui e ali, assume no Parlamento. Esta intervenção na Graciosa, que surge com um ano de atraso, é uma tentativa política do deputado Nuno Barata de se reconciliar com interesses da sua militância. Não passa disso”, apontaram.

Sobre o apoio concedido pela Vice-Presidência do Governo na ordem dos 130 mil euros à rede de CATL da Graciosa, que o deputado Nuno Barata, “sobranceiramente”, veio dizer que só surgiu em resultado da sua visita à ilha, o CDS-PP considera que o “Governo dos Açores, felizmente, não anda a reboque da IL” e “não define a sua agenda em virtude da agenda liberal”.  

“O apoio à rede de CATL da Graciosa foi autorizado pelo Vice-Presidente do Governo a 19 de abril”, concluíram.

CDS/AÇORES/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o Diretor de Programação da Rádio Ilhéu, sediada na Ilha de São Jorge. É também autor da rubrica 'Cronicas da Ilha e de Um Ilhéu' que é emitida em rádios locais, regionais e da diáspora desde 2015.