AGENDA

AGENDA | Miragem — arte cinemática na paisagem, de 18 a 20 de Julho na ilha do Pico 

566views

A Miragem – arte cinemática na paisagem, uma mostra cuja 4ª edição se concretiza entre 18 a  20 de julho de 2024, na ilha do Pico, Açores, compreende projeções de filmes em várias  paisagens da ilha, ao ar livre, e é organizada pela Associação Cultural Miragem. Ao propor a  instalação da tela em diferentes entornos da ilha, a Miragem convida a um re-enquadramento do  olhar, situando assim a reflexão sobre a imagem, sobre a natureza e sobre a paisagem — que  existe em torno e na tela, bem como no espaço singular que surge entre elas.  

Na edição de 2024, o programa da Miragem convida à reflexão sobre as relações humanas e  animais, localizando-as nas atuais e históricas narrativas das comunidades humanas da ilha com  as mais-que-humanas. Instiga-se ao pensamento sobre os modos de vida dependentes dessas  mesmas relações: das práticas de domínio e extração ao apelo à imaginação de possíveis  mundos de convivência. Sendo historicamente marcada pela caça da baleia e absolutamente  dependente, na contemporaneidade, das vidas de vários mamíferos, do mar e da terra, quais as  formas de vida conjunta entre espécies hoje ali praticadas e quais outras poderão ser  radicalmente ensaiadas na ilha do Pico, no arquipélago dos Açores? 

Destaques do Evento: 

Sessão de Abertura: A mostra será inaugurada na noite de 18 de julho com a  apresentação de uma obra elementar da artista Gaëlle Rouard, na Matinha do Cabrito  (estrada do Cabrito), com jantar convívio a inaugurar a mostra.  

Diversidade Artística: A programação inclui obras independentes, documentais e  experimentais, proporcionando uma ampla diversidade cultural e artística, num programa  intimamente relacionado com a vida e os elementos da ilha.  

Parcerias: Além das exibições, o evento conta com uma parceria com a Secretaria  Regional do Ambiente e da Ação Climática e com o projeto Life Beetles. No dia 19 de Julho  a exibição marcada para a Lagoa do Caiado (paisagens altas da ilha do Pico) é antecedida 

por uma ação de plantação de endémicas fruto desta parceria, uma conversa e um jantar convívio.  

Programação: Os locais de exibição incluem excecionais entornos naturais da ilha do Pico  em relação aos quais o programa de obras em exibição trata de dar resposta e re enquadramento. A título de exemplo, a sessão pensada para a Lagoa do Caiado responde  a uma paisagem das terras altas da ilha onde o estado mais intocado da natureza da ilha  se confronta com os terrenos para pasto de pecuária, nomeadamente das vacas. O  programa de filmes que se segue à plantação de endémicas aborda a relação humana  com a vaca, problematizando-a e apelando a uma reflexão sobre esta espécie e sobre as  formas como com ela nos relacionamos. Está ainda presente neste programa uma reflexão  sobre a imigração (da qual é parte a imigração açoriana) para os Estados Unidos para o  trabalho na indústria pecuária. 

Acessibilidade: Todas as sessões são legendadas em português e o acesso a todos os  eventos da Miragem é gratuito. 

Informações Adicionais e Contatos: 

Para mais informações sobre a programação completa e detalhes adicionais, visite o site oficial ou  entre em contato através do email miragemfilmpress@gmail.com. 

Sobre a Associação Cultural Miragem: A Miragem Associação Cultural é uma entidade sem fins  lucrativos dedicada à promoção e desenvolvimento artístico e cultural na Ilha do Pico, organizando  eventos e atividades que valorizam a cultura local e fomentam a participação comunitária.

MIRAGEM/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o Diretor de Programação da Rádio Ilhéu, sediada na Ilha de São Jorge. É também autor da rubrica 'Cronicas da Ilha e de Um Ilhéu' que é emitida em rádios locais, regionais e da diáspora desde 2015.