REGIONAL

AÇORES | Bloco defende integração de todos os precários nos quadros da RTP e quer correspondentes a tempo inteiro em todas as ilhas

163views

Jéssica Pacheco, candidata do Bloco pelos Açores à Assembleia da República defende que todos os trabalhadores precários da RTP Açores – muitos dos quais falsos recibos verdes – sejam integrados nos quadros da empresa, e quer que todas as ilhas dos Açores passem a ter um jornalista a tempo inteiro.

Numa visita às instalações da rádio e televisão públicas em Ponta Delgada, a candidata do Bloco lamentou o facto de persistirem várias situações de falsos recibos verdes na empresa. Reconhecendo que o bloqueio à solução deste problema está no Governo da República – que é quem autoriza a abertura de vagas para o quadro – Jéssica Pacheco considerou que não é aceitável que estas situações continuem a existir.

Ainda no plano laboral, a candidata do Bloco defendeu melhores condições para os correspondentes da RTP nas ilhas sem delegação: “Não é aceitável que estes profissionais continuem a ser pagos à peça”. Jéssica Pacheco salienta que os correspondentes desempenham “funções de grande complexidade”, pois têm que fazer o trabalho de jornalista, de operador de câmara e editar peças de rádio e televisão sozinhos.

A dificuldade em encontrar profissionais para desempenhar estas funções, como aconteceu recentemente em São Jorge, está relacionado com a falta de condições oferecidas pela empresa. Por isso Jéssica Pacheco insiste que a solução passa por abrir vagas a tempo inteiro para todas as ilhas.

A candidata defende ainda uma alteração no funcionamento da RTP Açores, que, segundo o Bloco de Esquerda, deve passar a ter autonomia financeira, quer para resolver os problemas laborais e gerir os recursos humanos, quer para gerir a produção de conteúdos.

Jéssica Pacheco salientou ainda a importância da RTP Açores para coesão e para o desenvolvimento do Açores.

BE/AÇORES/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o editor da Rádio Ilhéu.