XTB

XTB | Destaques da manhã nos mercados, 01 de Fevereiro de 2024

FOTO | Henrique Tomé, analista da XTB;
269views

Os índices de Wall Street caíram ontem durante a sessão, reagindo aos resultados dececionantes do sector tecnológico divulgados na terça-feira à noite e à reunião de ontem da FOMC.

O S&P 500 caiu 1,61%, o Nasdaq caiu 2,23% e o Dow Jones fechou com perdas de 0,82%. O Russell 2000 caiu 2,63%.

Powell afasta a possibilidade de os juros começarem a descer em Março 

A Reserva Federal Americana deixou as taxas de juro inalteradas e não fez quaisquer ajustes ao ritmo do aperto quantitativo. O Presidente da Fed, Powell, deu a entender, durante a conferência de imprensa, que o cenário de cortes dos juros em Março é muito pouco provável de acontecer.

Neste momento, as perspetivas sobre o primeiro corte dos juros nos EUA foram adiadas para Maio, mas é importante recordar que a redução dos juros continuará a depender muito da evolução dos indicadores económicos, que até então têm dados sinais de forte resiliência na economia americana.

Calendário económico – PMIs e decisão do Banco de Inglaterra em destaque 

O calendário económico para hoje inclui algumas publicações importantes. A sessão europeia será dominada pelas publicações das revisões dos PMIs sobre a indústria transformadora, e os investidores também estarão atentos à decisão sobre as taxas de juro do Riksbank, bem como a publicação dos resultados do IPC referente à Zona Euro.

A decisão sobre os juros do Banco de Inglaterra e o relatório challenger dos EUA chamarão a atenção no início da tarde, assim como os dados do ISM referentes à indústria transformadora que deverão contribuir para um aumento na volatilidade nos mercados.

Em termos de earnings, os destaques hoje vão para os resultados da Apple, Amazon e Meta Platforms.

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o Diretor de Programação da Rádio Ilhéu, sediada na Ilha de São Jorge. É também autor da rubrica 'Cronicas da Ilha e de Um Ilhéu' que é emitida em rádios locais, regionais e da diáspora desde 2015.