SÃO JORGE – Santo Antão e Topo. Deputado Paulo Silveira saúda trabalho...

SÃO JORGE – Santo Antão e Topo. Deputado Paulo Silveira saúda trabalho para corrigir “erros do passado” no acesso à fibra ótica

O deputado do PSD/Açores Paulo Silveira saudou a disponibilidade do Governo Regional para trabalhar no sentido de corrigir os “erros do passado” na instalação da rede de fibra ótica na ilha de São Jorge, que excluiu as freguesias de Santo Antão e Topo, no concelho da Calheta.

“Foi um Governo da República do Partido Socialista que, em 2009, lançou os concursos públicos tendo em vista a instalação e exploração das redes de comunicações eletrónicas de alta velocidade. Nos Açores, a construção desta rede de fibra ótica foi adjudicada à empresa Fibroglobal, que apenas ficou contratualmente obrigada pelo Estado a assegurar uma cobertura de 50 por cento em cada concelho, o que excluiu a zona de Santo Antão e Topo”, lembrou o social-democrata.

Segundo o parlamentar do PSD/Açores, “este foi o pecado original do então Governo da República do Partido Socialista: não garantiu a cobertura integral da população dos 12 concelhos dos Açores em que foram instaladas as chamadas redes de nova geração”.

“Ou seja, a empresa Fibroglobal não está obrigada a cobrir 100 por cento da população, como ficou definido no contrato feito em 2009. Estes erros do passado, da responsabilidade do então Governo da República do Partido Socialista, deixaram a zona de Santo Antão e Topo mais distante e isolada. Esta situação prejudica as famílias, empresas e inúmeras instituições existentes nestas duas freguesias”, sublinhou.

De acordo com Paulo Silveira, “entidades como a Escola do Topo, o Centro Paroquial e Social de Santo Antão, Casas do Povo, corporação de Bombeiros, postos médicos, posto da RIAC, juntas de freguesia ou a fábrica de laticínios da Finisterra são servidas, em termos de telecomunicações, em condições do século passado”.

“Apesar deste problema criado no passado às freguesias de Santo Antão e Topo, o novo Governo Regional já pôs mãos à obra, no sentido de inverter a atual situação. A senhora Secretária das Obras Públicas e Comunicações já demonstrou a disponibilidade do Governo Regional em colaborar na resolução desta situação, a bem da população de Santo Antão e Topo”, frisou.

O deputado do PSD/Açores, eleito pela ilha de São Jorge, destacou, por isso, “o trabalho que está a ser desenvolvido pela Secretária Regional das Obras Públicas e Comunicações, que já estabeleceu contactos com a ANACOM, Altice Portugal e Fibroglobal, estando a analisar o eventual enquadramento financeiro deste investimento com recurso a fundos comunitários”.

“Registe-se, no entanto, que esta matéria não depende diretamente de orientações ou imposições do Governo Regional dos Açores. Aliás, não fosse a opção errada do Governo da República do Partido Socialista em 2009, nem sequer estaríamos aqui a falar deste assunto”, recordou.

Paulo Silveira felicitou ainda a “iniciativa cívica” dos subscritores da petição que reivindica a cobertura das freguesias de Santo Antão e Topo, liderada pelos presidentes de ambas juntas de freguesia, Paula Borges e Lisandro Bettencourt.

PSD/AÇORES/RÁDIOILHÉU