ÚLTIMAS

SANTA MARIA | Secretaria Regional do Ambiente e Alterações Climáticas assinalou Dia Mundial do Vigilante da Natureza com Encontro Regional

© Governo dos Açores
618views

O Secretário Regional do Ambiente e Alterações Climáticas, Alonso Miguel, assinalou, esta segunda-feira, dia 31 de julho, o Dia Mundial do Vigilante da Natureza, com a realização de um Encontro Regional de Vigilantes da Natureza, na Ilha de Santa Maria.

No início dos trabalhos, Alonso Miguel realçou que “os Vigilantes da Natureza dos Açores desempenham um papel fundamental na monitorização e preservação do nosso património natural e são a primeira linha de defesa da qualidade ambiental das nossas ilhas, que é um dos principais ativos da Região”, salientando, ainda, “a importância da sua atuação na vertente de educação e sensibilização ambiental da comunidade, que é um aspeto absolutamente fundamental para uma mudança de atitude e para a adoção de hábitos e comportamentos ambientalmente sustentáveis”.

O governante assumiu que, por estas razões, “o Governo Regional tem-se empenhado na melhoria das condições de trabalho destes profissionais, por exemplo, com a aquisição de equipamentos e viaturas, mas, sobretudo, com o reforço do próprio corpo de vigilantes da natureza na Região, com o objetivo de aumentar a sua capacidade de atuação”.

“Recordo que, neste momento, e tal como previsto no Programa do XIII Governo dos Açores, estão em curso os procedimentos para a contratação de mais 12 efetivos para reforço do Corpo de Vigilantes da Natureza”, garantiu.

O responsável pela pasta do Ambiente sublinhou que “este Encontro Regional decorrerá durante 3 dias, contemplando diversas iniciativas, tais como demonstrações de voos de drone, recentemente adquiridos para cada um dos 9 Serviços de Ambiente e Alterações Climáticas de Ilha, num investimento de cerca de 62 mil euros, e que ficarão ao dispor também das equipas de Vigilantes da Natureza”.

“Com estes equipamentos garante-se um aumento da eficiência na realização de ações de fiscalização e vigilância, principalmente em locais de difícil acesso, possibilitando ainda, com tecnologia de precisão, a recolha de imagens e vídeos de alta qualidade, capazes de gerar modelos tridimensionais e ortomosaicos, permitindo, desta forma, acompanhar as alterações que possam ocorrer no nosso território natural”, explicou ainda o responsável pela tutela da pasta do Ambiente na Região.

De acordo com Alonso Miguel, “serão ainda promovidas visitas a pontos de interesse do Geoparque e do Paleoparque de Santa Maria, bem como às áreas de intervenção dos diversos projetos Life em curso na ilha, nomeadamente os projetos Life IP AZORES NATURA, Life IP CLIMAZ e Life SNAILS”.

Os últimos 2 dias do Encontro Regional são dedicados a uma formação de primeiros socorros em aves selvagens, com componente teórica e prática, “munindo assim os nossos Vigilantes da Natureza de conhecimento para atuar, numa primeira abordagem, em situações de contacto com animais feridos”, concluiu o Secretário Regional.

Neste Encontro Regional, que se realiza entre os dias 31 de julho e 2 de agosto, pela primeira vez na Ilha de Santa Maria, participam 38 Vigilantes da Natureza, de todas as ilhas, bem como os Diretores dos Serviços de Ambiente e Alterações Climáticas e dos Parques Naturais de Ilha, sendo a formação em primeiros socorros em aves selvagens ministrada pela bióloga Fábia Azevedo e pela veterinária María Casero, do RIAS – Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens.

GRA/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o Diretor de Programação da Rádio Ilhéu, sediada na Ilha de São Jorge. É também autor da rubrica 'Cronicas da Ilha e de Um Ilhéu' que é emitida em rádios locais, regionais e da diáspora desde 2015.