ÚLTIMAS

REGIÃO | Lista de espera centralizada na resposta de creche avança nos Açores

© Governo dos Açores | Foto: VPG
552views

O Vice-Presidente do Governo Regional dos Açores, Artur Lima, avançou ontem, na Horta, que será instituída brevemente, na Região, uma “lista de espera centralizada” para o acesso de crianças à valência de creche, à semelhança do que já acontece com as estruturas residenciais para idosos.

“Vamos instituir a lista de espera centralizada como existe para os idosos”, ou seja, passará a existir uma “lista de espera única” para acesso a creches.

Segundo o responsável pela área da solidariedade social, o Instituto da Segurança Social (ISSA) já está a estudar e a preparar a implementação do sistema de gestão centralizada de vagas que visa uniformizar procedimentos no ato de inscrição das crianças.

No final da visita ao Lar das Criancinhas da Horta, realizada esta tarde, Artur Lima anunciou ainda que a “ilha do Faial fica sem lista de espera” para entrada em creche, salientando o aumento de 44 vagas naquela ilha.

Das 444 vagas protocoladas ou a protocolar nos Açores, 44 são na ilha do Faial: quatro na Casa de Infância de Santo António; 12 no Centro Comunitário do Divino Espírito Santo; e 28 no Lar das Criancinhas da Horta.

No que respeita à instituição visitada pelo Vice-Presidente do Governo, o reforço de 28 vagas representa um aumento de financiamento até ao final do ano de 57 mil euros e de 171 mil euros durante o próximo ano.

Em declarações à comunicação social, Artur Lima classificou como “extraordinária” a medida das creches gratuitas implementada pelo XIII Governo dos Açores, que levou ao “aumento de procura nas creches”.

“As crianças que estavam em casa agora vêm para a creche”, assinalou.

Artur Lima disse ainda compreender os pais que “tenham preferência por determinada instituição”, embora a medida da creche gratuita implique “compromissos e deveres por parte de todos”.

GRA/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o Diretor de Programação da Rádio Ilhéu, sediada na Ilha de São Jorge. É também autor da rubrica 'Cronicas da Ilha e de Um Ilhéu' que é emitida em rádios locais, regionais e da diáspora desde 2015.