ÚLTIMAS

REGIÃO | Açores já têm turismo todo o ano em todas as ilhas, destaca Berta Cabral

© Governo dos Açores
371views

A Secretária Regional do Turismo, Mobilidade e Infraestruturas, Berta Cabral, enalteceu na quarta-feira, em Ponta Delgada, o trabalho que tem vindo a ser feito pelo Governo dos Açores, em parceria com os agentes económicos, para que os Açores continuem a alcançar um importante desiderato: ter “turismo todo o ano e em todas as ilhas”.

Berta Cabral falava na sessão de abertura do Fórum nacional da AHRESP – Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal, subordinado ao tema “A dignificação das profissões”, particularmente no setor do turismo, com o objetivo de atrair e reter talento num setor que a governante continua a considerar como o grande motor do desenvolvimento económico dos Açores.

Aliás, adiantou, a provar a importância deste setor está o crescimento verificado em 2022.

“Foi o nosso melhor ano de sempre no turismo, com um crescimento médio de 6% nas dormidas e mais de 21% nos proveitos, face a 2019, mesmo com o primeiro quadrimestre ainda muito afetado pela pandemia de covid-19”, disse.

“Quando se fala em médias de 6% é preciso ter em conta que há ilhas que registaram um crescimento superior a 40%. Há grandes crescimentos em ilhas como as Flores, o Corvo, o Pico, o Faial. Isto é extraordinário! Todos sabíamos que o turismo estava concentrado em São Miguel e na Terceira e também sabíamos que o turismo estava concentrado na época alta. Agora, devido ao imenso trabalho que tem vindo a ser desenvolvido, temos turismo todo o ano em todas as ilhas”, acentuou.

E prosseguiu: “Esta tem de ser a mensagem: os Açores têm condições para ter turismo todo o ano e em todas as ilhas. Temos produtos diferenciados, todos relacionados com a natureza, com iniciativas ao ar livre, que desabrocharam no pós-pandemia. A pandemia trouxe ao de cima a necessidade de termos este tipo de atividades diferenciadas, de atividades ao ar livre, de aventura. É isso que os Açores são. É isso que os Açores têm oferecido e daí o sucesso do nosso turismo”.

“Nós não podemos vender aquilo que não temos e não podemos vender o que não somos. Temos de vender a natureza exuberante dos Açores, capaz de proporcionar experiências extraordinárias e singulares e que surgem porque as nossas pessoas fazem com que isso seja possível”, declarou ainda a governante.

Focando-se no tema central do fórum da AHRESP, a Secretária Regional destacou o facto de o turismo ser um setor de extrema importância “pelas pessoas que trabalham no setor”.

“O setor não são os hotéis, não são os restaurantes, não é animação turística. São as pessoas que aí trabalham e são estas pessoas que têm feito deste setor aquilo que ele é hoje: o motor do desenvolvimento económico dos Açores. O crescimento que referi é um crescimento que é das pessoas, dos empresários, das políticas públicas desenhadas por pessoas”, prosseguiu-.

Ainda segundo Berta Cabral, “o Turismo conseguiu democratizar o rendimento na Região Autónoma dos Açores, através da criação de riqueza noutros setores e democratizou criando muita riqueza no próprio setor”.

Recordando que “o percurso de sucesso” que o Governo dos Açores traçou assenta na sustentabilidade e “deve ser motivo de grande orgulho pelo pioneirismo nesta área”, Berta Cabral disse a Região é “um exemplo para o país e para o mundo e um caso de estudo a nível europeu”.

“A sustentabilidade é uma matéria muito cara para o desenvolvimento europeu e em que os Açores dão cartas. São um exemplo a seguir. Um mérito que não é apenas do Governo. É também dos empresários”, sustentou.

“A nossa Cartilha da Sustentabilidade, subscrita por quase 300 empresários e associações, tem metas, objetivos e comportamentos a cumprir. Esta cartilha começou pelo turismo, mas já tem ‘clusters’ de todos os setores de atividade. Ou seja, é e continua pioneira no sentido de já ser transversal a todos os setores de atividade económica dos Açores”, defendeu ainda.

Berta Cabral rejeitou a ideia de turismo de massas nos Açores, afirmando que a própria Cartilha da Sustentabilidade impede que isso aconteça.

GRA/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o Diretor de Programação da Rádio Ilhéu, sediada na Ilha de São Jorge. É também autor da rubrica 'Cronicas da Ilha e de Um Ilhéu' que é emitida em rádios locais, regionais e da diáspora desde 2015.