ÚLTIMAS

PS/Açores chumbou proposta do PPM que garantia a contratação de um enfermeiro para a Santa Casa da Misericórdia do Corvo, mas o Governo assegura a sua contratação

509views

O PS/Açores manteve, ao longo de 24 anos, a ilha do Corvo com apenas um enfermeiro. Em 2020 abandonou o poder mantendo apenas esse enfermeiro. Ou seja, o PS/Açores manteve durante décadas uma situação que colocava em risco a prestação de serviços de saúde na ilha do Corvo. Durante todo esse tempo, o atual deputado do Partido Socialista, Lubélio Mendonça, manteve-se obedientemente em silêncio em relação a essa questão e em muitas outras matérias.

Tenha-se em conta que o agora deputado chegou a desempenhar as funções de Presidente do Conselho de Ilha durante o domínio do Partido Socialista. A repentina valentia política do deputado Lubélio Mendonça no exato momento em que o seu Partido deixou o poder.

Tenha-se, aliás, em conta, que o PPM reivindicou a contratação de um enfermeiro para a Santa Casa da Misericórdia do Corvo no âmbito do desempenho de funções do Governo anterior e que a referida proposta foi inviabilizada pelo Partido Socialista há pouco mais de um ano. Mas o PPM em coerência com o que afirmou no passado mantém a reivindicação de contratar um enfermeiro para a Santa Casa da Misericórdia do Corvo, apesar de já ter duplicado o número de enfermeiros ao serviço na Unidade de Saúde.

Ou seja, é mais do que o PS fez em 24 anos e do que o deputado Lubélio Mendonça defendeu enquanto responsável político ao longo dos governos do Partido Socialista, tendo-se na altura mantido calado e satisfeito.

O Grupo Parlamentar do PPM assegura que será contratado um enfermeiro para a Santa Casa da Misericórdia do Corvo. Isto apesar de todas as tentativas do PS/Açores para bloquear a referida contratação. Ainda é muito cedo para que o PS/Açores apele à lei do esquecimento. Afinal, sempre foram 24 anos de inércia e esquecimento.

PPM/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o Diretor de Programação da Rádio Ilhéu, sediada na Ilha de São Jorge. É também autor da rubrica 'Cronicas da Ilha e de Um Ilhéu' que é emitida em rádios locais, regionais e da diáspora desde 2015.