ÚLTIMAS

PONTA DELGADA | Detenção por ofensas à integridade física qualificada

484views

        A Divisão Policial de Ponta Delgada, através da Esquadra de Investigação Criminal, deteve um homem, com 43 anos, fortemente indiciado da prática de crime de ofensa à integridade física qualificada.

A detenção ocorreu na sequência de uma investigação policial, sobre as circunstâncias sobre um episódio de agressões físicas, no exterior de um bar noturno, situado na baixa de Ponta Delgada, nas quais o agressor fez uso de uma arma branca.

Neste sentido, foi possível apurar que os ferimentos provocados na vítima, ocorreram no momento em que este tentou acalmar e evitar agressões entre um casal. No preciso momento da sua intervenção, e ao tentar separá-los, com o objetivo de fazer cessar a discussão entre o casal, foi imediatamente agredido pelo homem, o qual na altura, em manifesto estado de embriaguez, discutia com a sua namorada.

Destas agressões resultaram ferimentos na vítima, para as quais teve de receber tratamento no Hospital de Ponta Delgada.

Na sequência da investigação realizada e da prova indiciária conseguida, o Procurador da República titular do inquérito em serviço de turno no DIAP de Ponta Delgada, com o fim de prevenir eventuais perigos de continuidade da atividade criminosa, com eventuais agressões que possam emergir no decorrer do processo, determinou a detenção do arguido fora de flagrante delito.

Em articulação com o Ministério Público, a PSP procedeu à detenção do arguido, apresentando-o a 1º interrogatório judicial perante o Meritíssimo Juiz, sendo-lhe aplicado as medidas de coação de afastamento da vítima, proibição de com ela contactar, apresentações periódicas na Esquadra de Polícia e proibição de frequentar o estabelecimento onde as agressões ocorreram. 

CR/AÇORES/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o Diretor de Programação da Rádio Ilhéu, sediada na Ilha de São Jorge. É também autor da rubrica 'Cronicas da Ilha e de Um Ilhéu' que é emitida em rádios locais, regionais e da diáspora desde 2015.