AGENDA

LAGOA | Festival Violas do Atlântico decorre em Setembro e volta a unir Açores e Madeira

651views

A XIII edição do Festival Violas do Atlântico decorrerá a 9 e 10 de Setembro, com os músicos Rafael Carvalho na Viola da Terra e Roberto Moritz no Braguinha, para além de participações especiais. 

Esta será uma edição bastante especial, pois tendo já recebido todas as Violas de Arame Portuguesas e ainda a Viola Caipira do Brasil, receberá pela primeira vez o “Braguinha”, um dos cordofones tradicionais Madeirenses. O Festival pretende, assim, na edição 2023, dar a conhecer outros cordofones tradicionais do nosso País. 

Os dois músicos estarão em concerto no Cineteatro Lagoense, a 9 de Setembro, pelas 20:30, onde apresentarão os instrumentos com algumas interpretações a solo, mas também tocarão peças em conjunto, naquele que é o mote e a essência do Festival. O concerto contará com uma participação especial de Sofia Vidal. A Cidade de Lagoa já tinha recebido, em 2015, a 5.ª edição do Festival, tendo sido convidado o músico Pedro Mestre na Viola Campaniça.

A 10 de Setembro os músicos irão deslocar-se à Ribeira Quente para uma tertúlia musical com os tocadores da freguesia. Os dois eventos são de entrada livre.

Roberto Moritz estudou Guitarra, Formação Musical e Classe de Conjunto no Conservatório – Escola Profissional das Artes da Madeira, onde atualmente ensina os Cordofones Tradicionais Madeirenses. Desde 1997 que leciona esta disciplina na Direção de Serviços de Educação Artística, tendo também à sua responsabilidade o grupo Si que Brade – grupo de música e instrumentos populares. Integra os projectos musicais: Xarabanda, Trio Zargo e Quinteto Drummond de Vasconcelos, Trigo e Quarteto Moritz, tendo atuado em diversos países e participado em algumas gravações de CD.

Rafael Carvalho estruturou o curso curricular de Viola da Terra no Conservatório Regional de Ponta Delgada onde lecionou de 2008 a 2022. É responsável e formador da Escola de Violas da Fajã de Baixo. Fundou o trio Musica Nostra que integrou de 2005 a 2020. Integra os projectos musicais: Duo Toadas e Trio Origens, tendo ainda o seu projecto a Solo com que já editou 8 álbuns, tendo actuado em todas as Ilhas dos Açores e em vários festivais e eventos em Portugal Continental e ainda nos Estados Unidos. 

O Festival Violas do Atlântico, produzido pela Associação de Juventude Viola da Terra, é realizado anualmente desde 2011, em São Miguel, é o segundo Festival mais antigo do País ligado à Viola de Arame e tem contribuído para a divulgação da Viola de Arame ao nível Regional, Nacional e Internacional, e com uma enorme repercussão dentro do meio da Viola de Arame.

O Festival conta com o apoio logístico da autarquia da Lagoa bem como da autarquia Povoação e Junta de Freguesia da Ribeira Quente, tendo apoio do Governo dos Açores nos eventos da Temporada de Violas da Terra 2023.

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o Diretor de Programação da Rádio Ilhéu, sediada na Ilha de São Jorge. É também autor da rubrica 'Cronicas da Ilha e de Um Ilhéu' que é emitida em rádios locais, regionais e da diáspora desde 2015.