ÚLTIMAS

ATUALIDADE | Não há casas novas à venda na ilha das Flores. Precisa-se de 30 habitações

252views

JPP chama a atenção que segundo últimos censos (2021), a ilha das Flores é a ilha dos
Açores que mais população perdeu, concretamente 67,4%, desde que estes registos
existem.

Bruno Correia, cabeça de lista do JPP pela ilha das Flores, considera que a baixa oferta
de habitações no mercado imobiliário e a inexistência de habitações novas para venda,
associadas à especulação resultante do crescimento do turismo e do alojamento local
e constitui um obstáculo à fixação de pessoas, em especial a famílias jovens, mas
também está a dificultar a fixação de profissionais que vêm para a ilha.
Segundo um estudo realizado a 7 de janeiro de 2024, baseado no índice idealista, o
preço do metro quadrado é mais caro na ilha das Flores que em vários distritos de
Portugal continental!

O Plano Habitacional (PRR) prevê que sejam construídas pelo Governo Regional dos
Açores 828 habitações até 2026, sendo que apenas duas estejam previstas para as
Flores!

Em 2021 as Flores tinham somente 3.428 residentes! O primeiro passo para inverter
esta tendência de despovoamento passa por construir habitações (30!) para suprir as
necessidades locais e atrair gente de fora através de um programa de disponibilização
de habitação para o efeito.

Bruno Correia, cabeça de lista do JPP pela ilha das Flores.

JPP/AÇORES/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o Diretor de Programação da Rádio Ilhéu, sediada na Ilha de São Jorge. É também autor da rubrica 'Cronicas da Ilha e de Um Ilhéu' que é emitida em rádios locais, regionais e da diáspora desde 2015.