AGENDA

ATUALIDADE | Coliseu Micaelense apresenta Agenda Cultural 2024

314views

O Coliseu Micaelense realizou a apresentação oficial da Agenda Cultural para o ano de 2024, na passada sexta-feira, pela voz da Presidente do Conselho de Administração, Cila Simas. No evento estiveram presentes, entre outros, os atores Ruy de Carvalho e Luís Pacheco, a fadista Katia Guerreiro – que atuou com a Tuna Masculina da Universidade dos Açores (Tunídeos) –, o realizador Aurélio Vasques e o compositor Renato Júnior.

O Salão Nobre do Coliseu Micaelense encheu-se de entidades oficiais e outros convidados, para a apresentação da Agenda Cultural para 2024, onde figuram diversas peças e espetáculos musicais.

Entre eles, a peça de Ruy de Carvalho, “A História Devida”, cuja estreia teve lugar no passado sábado, e o espetáculo musical “Natália É Quando Uma Mulher Quiser”, – que conta com a realização de Aurélio Vasques e com a participação de grandes vozes femininas do panorama nacional, como Ana Bacalhau, Katia Guerreiro, Mafalda Veiga, Rita Redshoes, Viviane, entre outras.

Desde 1917 que o Coliseu Micaelense se apresenta como a maior casa de promoção cultural dos Açores, com a missão de oferecer um serviço público cultural. Um serviço público onde, de acordo com Cila Simas, presidente do Conselho de Administração do Coliseu Micaelense, “não podemos esquecer as nossas raízes. É através da valorização dos ativos culturais locais e regionais que temos forma de apresentar a nossa cultura a quem nos visita e continuará a ser uma aposta na promoção da nossa identidade”.

No ano passado, o Coliseu Micaelense apresentou 104 espetáculos e eventos. Neles, foram alcançados mais de 53 mil espetadores e recebeu, em palco, um total de 2427 artistas, dos quais 1460 são regionais, 957 nacionais e 11 internacionais.

MC/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o Diretor de Programação da Rádio Ilhéu, sediada na Ilha de São Jorge. É também autor da rubrica 'Cronicas da Ilha e de Um Ilhéu' que é emitida em rádios locais, regionais e da diáspora desde 2015.