ÚLTIMAS

ANGRA | Bloco celebra liberdade e democracia conquistada no 25 de Abril

344views

Numa sessão pública de comemoração dos 49 anos do 25 de Abril, Alexandra Manes, dirigente do Bloco de Esquerda, assinalou as importantes conquistas da revolução.

 “Lembrar Abril” foi o tema escolhido para uma sessão de poesia realizada ontem em Angra do Heroísmo que contou com a presença de Lúcia Moniz, Sara Leal, Ricardo Ávila e Valdeci Purim,

Em declarações à comunicação social, a coordenadora do Bloco de Esquerda Terceira enalteceu as conquistas que o 25 de Abril trouxe ao povo português, como os direitos de cidadania, a implementação da democracia, a democratização do Ensino, da Saúde, da Habitação e a criação de um Estado Social, não deixando de assinalar o fim da guerra e do colonialismo português.

Alexandra Manes salientou que as conquistas económicas e direitos de cidadania alcançados com a revolução de Abril não podem ser reversíveis e devem ser defendidos e protegidos contra a exploração laboral, as discriminações e a violência. Manter vivo o espírito de Abril implica aprofundar a democracia e combater as desigualdades e a exclusão social, muito presentes na nossa Região.

A dirigente do BE aproveitou o momento para relembrar as consequências da entrada no cenário político da entrada da extrema-direita “acirrou as discriminações com base no género, na orientação sexual e nas características étnico-raciais, perpetuando estereótipos, promovendo a desigualdade e limitando o acesso a direitos. A prática destes atos é um obstáculo à democracia e à liberdade individual.”

Para Alexandra Manes “o projeto político iniciado no 25 de Abril de 1974, alicerçado em políticas de igualdade, liberdade e fraternidade, deve continuar a ser a matriz sobre a qual tecemos a nossa vida coletiva, orientando a implementação de políticas públicas que garantam direitos iguais para todas e todos, não deixando ninguém para trás.”

Alexandra Manes encerrou a sessão referindo que “passados 49 anos, ainda há muito por conquistar, nomeadamente no direito à habitação, nas condições de trabalho e no combate às desigualdades, mas que retroceder é um erro”, terminando com a necessidade de se impedir que cerrem as portas que Abril abriu.

BE/AÇORES/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o Diretor de Programação da Rádio Ilhéu, sediada na Ilha de São Jorge. É também autor da rubrica 'Cronicas da Ilha e de Um Ilhéu' que é emitida em rádios locais, regionais e da diáspora desde 2015.