ÚLTIMAS

AÇORES | Dependências não devem ser usadas como “objeto de arremesso político”

374views

A Presidente do Grupo Parlamentar do CDS-PP Açores, Deputada Catarina Cabeceiras, identifica o fenómeno das dependências nos Açores como “uma realidade que todos somos chamados a combater” e lamenta que o Partido Socialista insista em utilizá-la como “objeto de arremesso político”.

“O Partido Socialista aborda as dependências como se o fenómeno resultasse da inação deste Governo Regional. Todos sabemos que isso não é verdade: este é um problema de saúde pública que atinge os Açores há vários anos e que já foi muitas vezes debatido nesta Assembleia”, declarou nesta quinta-feira a líder parlamentar do CDS-PP, em reunião plenária do parlamento açoriano.

Reportando-se ao relatório de 2021 do SICAD (Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências), Catarina Cabeceiras acusou o Partido Socialista de “fazer a leitura que lhe convém, para atacar o atual Governo”. Uma “abordagem desajustada”, dado que, “no mesmo relatório, vem referido que as drogas sintéticas são um problema na Região desde o ano de 2012”, clarificou.

Nomeadamente “a deputada Célia Pereira, até pelas funções que desempenhou na área até 2020, deveria também abordar o que falhou [na governação socialista] para que neste momento presente se esteja a passar por esta situação nos Açores”.

Para Catarina Cabeceiras, é também “incompreensível que o Partido Socialista desvalorize a necessidade de a Região congregar dados atualizados sobre a matéria, quando os próprios técnicos identificam a escassez de dados como uma falha”, cuja responsabilidade é também imputável aos anteriores governos regionais.

No entender da líder parlamentar do CDS-PP, o combate às dependências nos Açores exige “uma ação organizada, planeada, e operacionalizada em cooperação com todos: associações, autarquias, escolas, etc.” Precisamente, “o trabalho que o XIII Governo Regional dos Açores está a desenvolver”, colocando esta matéria como prioridade.

“Temos de atacar por via da prevenção, para podermos obter resultados melhores no futuro”, defendeu Catarina Cabeceiras, reiterando que “é esse o trabalho que o Governo vai continuar a fazer, por mais que o Partido Socialista ou a deputada Célia Pereira venham dizer que nada está a ser feito”.

CDS/AÇORES/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o Diretor de Programação da Rádio Ilhéu, sediada na Ilha de São Jorge. É também autor da rubrica 'Cronicas da Ilha e de Um Ilhéu' que é emitida em rádios locais, regionais e da diáspora desde 2015.