AGENDA

TERCEIRA | Confraria do Vinho Verdelho dos Biscoitos celebra 30 anos

500views

A Confraria do Vinho Verdelho dos Biscoitos celebra no próximo dia 10 de março, na Pousada de Angra do Heroísmo, os seus 30 anos de existência.

O evento conta com uma evocação relativa à história da Confraria, com um momento musical e com um jantar vínico. A primeira parte do programa será composta com testemunhos pelos anteriores Grão-mestre e por uma breve intervenção do atual titular do cargo.

Antonella Barletta, no teclado, Rodrigo Lima, na flauta, e Mariana Sousa, na voz, executarão um conjunto de peças musicais de diversos compositores, incluindo Antero Ávila.

A noite prosseguirá com um jantar vínico, no qual serão elementos centrais diversos preciosos vinhos selecionados pela Confraria, nomeadamente da Casa Agrícola Brum, história produtora de Verdelhos dos Biscoitos, tanto licorosos como de mesa, e da Adega Cooperativa dos Biscoitos, com o seu Magma 2019, certificado como D.O. Biscoitos.

As inscrições podem ser concretizadas através de correio eletrónico (confverdelhobiscoitos@gmail.com) ou telemóvel (963044019).

A Confraria do Vinho Verdelho dos Biscoitos foi fundada a 10 de março de 1993, sendo uma associação privada, com estatuto de utilidade pública.

Tem por objeto a defesa, promoção, valorização e divulgação do Vinho Verdelho dos Biscoitos e demais vinho de qualidade da Região Autónoma dos Açores e seus contextos.

As suas armas são semelhantes às da Região Autónoma dos Açores, mas com os toiros substituídos por bois da raça Ramo Grande, de sua cor vermelha flava, querendo significar com isso um forte compromisso com a Terra, a sua Cultura e o seu Desenvolvimento.

Os Confrades usam como insígnia a Tamboladeira, que foi inspirada na Taladeira de barro, típica da ilha Terceira, usada para beber vinho. O seu traje é uma capa de cor azul, cor da bandeira da Região, debruada a ouro, cor do vinho Verdelho, e um chapéu inspirado no do lavrador terceirense.

CVVB/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o Diretor de Programação da Rádio Ilhéu, sediada na Ilha de São Jorge. É também autor da rubrica 'Cronicas da Ilha e de Um Ilhéu' que é emitida em rádios locais, regionais e da diáspora desde 2015.