ÚLTIMAS

SÃO MIGUEL | Concelho do Nordeste não pode continuar esquecido, avisa Chega

526views

O deputado do CHEGA Açores deslocou-se ontem até à Vila do Nordeste tendo reunido com o Presidente da Câmara Municipal que deu a conhecer algumas dificuldades vividas no concelho.

António Miguel Soares revelou a José Pacheco a sua preocupação quanto ao desemprego no concelho, manifestando também alguma inquietação no acesso à habitação, em particular para os casais mais jovens. Preocupações partilhadas pelo deputado José Pacheco que, novamente, disse ser cada vez mais necessário, a existência de um programa eficaz de novas habitações em particular para a classe média/baixa.

O parlamentar reiterou que não trata de dar casas, mas sim permitir que as pessoas tenham acesso a uma habitação. “Ninguém está a pedir casas de graça, pedimos casas que as pessoas consigam pagar”.

Num concelho onde a Câmara Municipal está em processo de reequilíbrio financeiro e onde se assiste a alguma desertificação de jovens, José Pacheco advertiu que é fundamental “que se trate de forma diferente, o que não é igual, uma vez que o concelho do Nordeste é o mais afastado geograficamente, tendo características muito próprias que importa não esquecer”, referiu.

Também a intervenção na zona balnear da Foz da Ribeira do Guilherme, foi tema em destaque, tendo José Pacheco chamado a atenção que se trata de um assunto que só tem servido para promessas eleitorais e que já dura há demasiados anos.

Para José Pacheco, não é admissível que o Governo Regional dos Açores continue a esquecer o Nordeste e os nordestenses e ainda não se tenha chegado à frente para avançar com a realização daquela obra tão importante para o concelho.

Como disse, a zona balnear da Foz da Ribeira do Guilherme atrai não só turistas, mas muitos residentes do Nordeste e de toda a ilha de São Miguel, o que permite gerar mais economia ao concelho, considerando, por isso, que aquela intervenção deveria ser vista pelo Executivo Regional como uma obra de âmbito regional, “uma vez que os nordestenses também são açorianos e contribuem como qualquer outro cidadão”, frisou.

“A Câmara Municipal, através do seu presidente, já disse que está disponível para colaborar na execução deste projecto tão importante para o Nordeste, agora só falta mesmo é vontade política, definir prioridades e avançar com esta obra”, advertiu José Pacheco.

Também o projecto inacabado das Piscinas Municipais do Nordeste mereceu a atenção do deputado José Pacheco, que depois das explicações do autarca, considerou que aquela infra-estrutura é um dos muitos maus exemplos da governação socialista.

Para o deputado, o que aconteceu nas Piscinas Municipais não passou de uma “armadilha dos socialistas aos nordestenses”, porque, explicou, “se hoje aquela infra-estrutura está como está, fica a dever-se à má gestão de um Presidente de Câmara socialista que abandonou e desistiu de um projecto que tinha tudo para dar certo e ser uma grande mais-valia para todo o concelho do Nordeste”, concluiu.

CHEGA/AÇORES/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o Diretor de Programação da Rádio Ilhéu, sediada na Ilha de São Jorge. É também autor da rubrica 'Cronicas da Ilha e de Um Ilhéu' que é emitida em rádios locais, regionais e da diáspora desde 2015.