ÚLTIMAS

SÃO MIGUEL | Chega preocupado com preservação do Convento da Esperança

524views

O CHEGA enviou hoje à Assembleia Regional um requerimento, pedindo explicações acerca da colocação da nova estátua da Madre Teresa da Anunciada no adro do Convento da Esperança, classificado Imóvel de Interesse Público desde 17 de Abril de 1953.

A colocação da nova estátua da Madre Teresa da Anunciada, colocada no adro da Igreja de Nossa Senhora da Esperança, em Ponta Delgada, “tem gerado alguma polémica, nomeadamente quanto a desvirtuar a frente e a traça do Convento da Esperança”, pode ler-se no requerimento hoje enviado.

Consciente da importância e do significado do Convento da Esperança para os micaelenses, e açorianos em geral, o CHEGA questiona se a Direcção Regional da Cultura foi consultada para que a nova estátua da Madre Teresa Da Anunciada, juntamente com uma instalação representativa de uma medalha do Senhor Santo Cristo dos Milagres e um suporte para as velas, fossem colocados no adro da Igreja de Nossa Senhora da Esperança.

Tratando-se de um Imóvel de Interesse Público, o CHEGA questiona se não fica desvirtuada a traça original da Igreja, e do próprio convento, com a colocação daqueles elementos no, até então, desafogado adro.

“Somos defensores das nossas tradições e do nosso património e fomos confrontados por alguns micaelenses que questionam se a colocação daquela estátua naquele local não choca com a traça da Igreja de Nossa Senhora da Esperança”, refere o deputado José Pacheco.

Este requerimento, refere o parlamentar, vem no sentido de “esclarecer esta situação, porque todos os Açorianos têm uma relação especial com o Convento do Senhor Santo Cristo dos Milagres” e há esta preocupação por se tratar de um Imóvel de Interesse Público.

CHEGA/AÇORES/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o Diretor de Programação da Rádio Ilhéu, sediada na Ilha de São Jorge. É também autor da rubrica 'Cronicas da Ilha e de Um Ilhéu' que é emitida em rádios locais, regionais e da diáspora desde 2015.