SÃO JORGE

SÃO JORGE | Novo matadouro: CDS-PP assinala concurso público para construção

852views

Catarina Cabeceiras, deputada do CDS-PP, realça o anúncio de abertura do concurso público internacional para a empreitada de construção do novo matadouro de São Jorge.

Publicado no passado dia 14 de agosto em Jornal Oficial da União Europeia, o anúncio constitui, no entender da deputada, “mais uma prova do empenho do Governo de Coligação (PSD/CDS-PP/PPM) em dar corpo a investimentos estruturantes”, considerando estar em causa “uma infraestrutura determinante para o setor agrícola na ilha de São Jorge”.

“A construção do novo matadouro é uma revindicação de há longos anos”, recorda Catarina Cabeceiras, frisando que “quer agora enquanto partido que suporta o Governo, quer antes na função de oposição, o CDS-PP/Açores pugnou pela realização deste investimento.”

Com efeito, a deputada do CDS-PP refere que “a passagem à fase de execução depende da apresentação de propostas em resposta ao anúncio”, o que espera que aconteça de forma célere dado que “o aumento do número de animais abatidos na ilha requer uma resposta urgente”.

Com o novo matadouro, explica a deputada, “existirão melhores condições de abate que permitirão potenciar o crescimento da fileira da carne, ficando mais valor na Ilha, pois este investimento, reivindicado há muito pelos agricultores de São Jorge, vai melhorar significativamente a capacidade de abate instalada na ilha, contribuindo dessa forma para o incremento da rentabilidade das explorações, para o crescimento das exportações e naturalmente também para o aumento do rendimento dos produtores.”

No anúncio do concurso, é referido um valor total estimado de €10.900.000,00 (sem IVA) e uma duração prevista de 18 meses, no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR).

CDS/AÇORES/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o Diretor de Programação da Rádio Ilhéu, sediada na Ilha de São Jorge. É também autor da rubrica 'Cronicas da Ilha e de Um Ilhéu' que é emitida em rádios locais, regionais e da diáspora desde 2015.