SÃO JORGE

SÃO JORGE | “É de longe”, mas com o “coração em São Jorge” que emigrantes disponibilizam habitações na Vila do Topo. (c/reportagem)

1.5kviews

É longe de São Jorge que os emigrantes acompanham a crise sísmica na Ilha. Alcides Machado e um grupo de familiares e amigos, disponibilizou as suas habitações para receber habitantes do concelho vizinho de Velas.

É longe de São Jorge que tem o coração, e é na Califórnia que levam São Jorge consigo. Este grupo de emigrantes contatou as Juntas de Freguesia de Topo e Santo Antão e demonstrou a disponibilidade de receber algumas pessoas nas suas casas.

Alcides Machado conta-nos “que não pensaram duas vezes”, visto que “viveram precisamente esta situação em 1980”. São várias as casas já compostas por Velenses nesta Ponta da Ilha (Topo) e serão mantidos contatos para encontrar mais casas disponíveis.

São Jorge “continua nas orações e nos corações”, e a disponibilidade em ajudar a ilha mantêm-se, contou-nos Alcides Machado em declarações á Rádio Ilhéu.

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o Diretor de Programação da Rádio Ilhéu, sediada na Ilha de São Jorge. É também autor da rubrica 'Cronicas da Ilha e de Um Ilhéu' que é emitida em rádios locais, regionais e da diáspora desde 2015.