LOCAL

SÃO JORGE | CDS-PP com boas expectativas no ano letivo 22/23

147views

A líder do Grupo Parlamentar do CDS-PP Açores acompanhou nesta semana o início do ano letivo, visitando as Escolas na Ilha de São Jorge, a Escola Básica Integrada da Vila do Topo, a Escola Básica e Secundária da Calheta e a Escola Básica e Secundária das Velas.

De acordo com Catarina Cabeceiras, a visita permitiu constatar que “o início do ano letivo está a correr dentro da normalidade, sendo um ano de novos desafios.”

“Cumpre salientar que a coligação PSD/CDS-PP/PPM está a apostar fortemente nas competências digitais, designadamente o pensamento computacional e o recurso preferencial a equipamentos digitais”, estratégia dentro da qual se insere os manuais escolares digitais. 

Sendo expectável que, até 2026, e de forma gradual, todos os alunos do 2.º e 3º ciclos do ensino básico e todos os alunos do ensino secundário da Região terão acesso aos manuais escolares digitais e a equipamentos tecnológicos que permitem a sua utilização, a deputada Catarina Cabeceiras entende que “de um modo geral, as pessoas estão entusiasmadas com o carácter inovador destas medidas, algumas apreensivas, como é natural, afinal é uma grande mudança, mas confiantes”, acrescentando que “é preciso reconhecer o esforço dos professores para agilizar todo este projeto.”

Saliente-se que houve um investimento confluente, da parte da Direção Regional da Educação e Administração Educativa e da parte da Direção Regional das Comunicações e Transição Digital, no fortalecimento dos equipamentos de rede Wi-Fi, com vista a garantir o seu correto funcionamento.

“As medidas implementadas colocam novos desafios, mas temos todas as condições para os enfrentar e para haver uma boa execução dos programas, em benefício dos alunos nas escolas açorianas”, declarou a deputada do CDS-PP.

Relativamente aos assistentes operacionais, Catarina Cabeceiras salienta que “está a decorrer na Região um processo integrado de colocação de assistentes de ação educativa, em especial os assistentes operacionais” e apela para “a necessidade de fazer uma permanente atualização das necessidades das escolas, pois estão em constante mudança, assim como das particularidades de cada uma.”

Quanto ao que concerne às necessidades de docentes nestas escolas, estão praticamente todas colmatadas, estando a decorrer os concursos daqueles que estão em falta, na sua maioria decorrentes da apresentação de atestados médicos. 

CDS/AÇORES/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o editor da Rádio Ilhéu.