ÚLTIMAS

REGIÃO | Plataforma de Gestão do Uso Sustentável dos Solos dos Açores com 2.280 pedidos de análise e 1.760 boletins emitidos

| Foto: SRAA
475views

O Secretário Regional da Agricultura e Alimentação adianta que a plataforma de Gestão do Uso Sustentável dos Solos dos Açores (GUSSA), criada em fevereiro de 2023, regista atualmente 2.280 pedidos de análise e conta já com 1.760 boletins de análise emitidos.

Segundo António Ventura, “a maior incidência de pedidos encontra-se na ilha de São Miguel, representando 44% do total de pedidos de análise de amostras de terra da Região”.

A plataforma online GUSSA foi criada pela Divisão de Tecnologias de Informação e Comunicação do Gabinete de Planeamento da Secretaria Regional da Agricultura e Alimentação, em colaboração com a Direção Regional da Agricultura e com a Universidade dos Açores.

Esta ferramenta permite acompanhar em tempo real e sistematizar processos relativos a aquisição de serviços de análises de avaliação e diagnóstico da fertilidade de solos agrícolas dos Açores efetuada à Fundação Gaspar Frutuoso, no âmbito da prossecução dos objetivos do “Programa de Inovação e Digitalização da Agricultura dos Açores”, inserido no “Investimento C05-i05-RAA – Relançamento Económico da Agricultura Açoriana” do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR).

A GUSSA permite, assim, salvaguardar um melhor aconselhamento aos produtores no que respeita à adequação de métodos de fertilização à realidade das explorações, evitando assim adubações incorretas que acarretem prejuízos desnecessários do ponto de vista agroambiental e financeiro.

De acordo com o Secretário Regional, “o solo nos Açores é um elemento de sustentabilidade, suportando a excelência dos agroalimentos”

E prosseguiu: “As práticas agrícolas nos Açores respeitam o solo enquanto ativo gestacional na produção dos mesmos. O solo nos Açores assume um meio de confiança e garantia na sustentabilidade agroprodutiva, pelo que temos políticas dirigidas ao solo que permitem uma segurança na disponibilidade agroprodutiva”.

A análise de terras constitui um importante instrumento técnico indispensável para garantir a sustentabilidade agroambiental das práticas de adubação, permitindo estabelecer critérios que otimizem e equilibrem os objetivos de aumento da produtividade e de proteção ambiental.

“A sustentabilidade continuará a ser um princípio norteador da ação do XIV Governo dos Açores, com uma estratégia para a agricultura açoriana assente numa agricultura mais sustentável, que vá ao encontro da prossecução dos objetivos de promoção da autossuficiência alimentar animal, da redução do uso de pesticidas, fertilizantes e agentes antimicrobianos, da promoção da diversidade biológica dos recursos genéticos vegetais e animais, da conservação do solo e da água, da redução das emissões de gases com efeito de estufa e do aumento da fixação de carbono”, concluiu o governante.

Esta é uma atuação articulada com a Federação Agrícola dos Açores e envolve as suas associadas em todas as ilhas.

GRA/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o Diretor de Programação da Rádio Ilhéu, sediada na Ilha de São Jorge. É também autor da rubrica 'Cronicas da Ilha e de Um Ilhéu' que é emitida em rádios locais, regionais e da diáspora desde 2015.