REGIONAL

PONTA DELGADA | Apreensão de 27400 doses de estupefacientes

703views

O Comando Regional dos Açores, através de polícias da Esquadra de Investigação Criminal, da Divisão Policial de Ponta Delgada, deteve, na passada quarta-feira, dia 10 de agosto, um homem, com 51 anos, no aeroporto João Paulo II em Ponta Delgada, fortemente indiciado da prática do crime de tráfico de estupefacientes.

No âmbito da atividade operacional prosseguida pela Brigada Anticrime da PSP, assente em sistemáticas ações de prevenção, repressão e investigação concretizadas em toda a ilha de São Miguel, possibilitou a abordagem de um suspeito proveniente de território continental português, numa intervenção realizada em estreita articulação com binómios cinotécnicos da Força Destacada da Unidade Especial de Polícia do Comando Regional dos Açores.

Logo após a interceção do suspeito e no decurso das várias diligências realizadas pelos investigadores da Brigada Anticrime da PSP, inclusivamente apoiados por peritos da polícia técnica forense do Núcleo de Investigação Criminal do Comando Regional dos Açores, foi possível detetar e apreender uma das mais importantes e significativas quantidades de droga em território açoriano efetuadas nos últimos anos, nomeadamente mais de 12,5 quilos de haxixe e aproximadamente 400 gramas de cocaína, droga esta que seria suficiente para a preparação de mais de 27 000 doses individuais para consumo (cf. fotograma).

A detenção deste arguido assume particular relevância na medida em que, nesta fase da investigação, surgem elementos que apontam no sentido da droga apreendida ter como destino final a ilha de São Miguel, não havendo qualquer indicação de que se encontrava em trânsito para qualquer outra ilha pertencente à Região Autónoma dos Açores nem tão pouco para o exterior de território nacional português.

Tendo em conta a significativa quantidade e, simultaneamente, diferentes tipologias de estupefaciente apreendido, os investigadores da PSP não descartam a possibilidade de que tais substâncias se destinavam a alimentar diferentes circuitos de tráfico e consumo de droga montados na ilha de São Miguel.

O arguido, após ter sido interrogado por autoridade judiciária no Tribunal de Ponta Delgada, aguardará os ulteriores termos do processo sujeito à medida de coação mais gravosa, concretamente prisão preventiva.

O Comando Regional da PSP dos Açores sublinha a relevância da detenção do arguido e a avultada apreensão efetuada sobretudo por espelhar a dimensão das quantidades de estupefaciente que continuam a ser, sistematicamente, injetadas na Região Autónoma dos Açores, circunstância que poderá ser impulsionada pelo número, ainda, bastante expressivo de consumidores destas substâncias presentes nas várias ilhas açorianas.

CT/AORES/RÁDIOIHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o editor da Rádio Ilhéu.