ÚLTIMAS

PICO | Governo dos Açores inaugura intervenções nas ribeiras do Dilúvio e Prainha

© Governo dos Açores
262views

O Secretário Regional do Ambiente e Alterações Climáticas, Alonso Miguel, e a Secretária Regional do Turismo, Mobilidade e Infraestruturas, Berta Cabral, inauguraram hoje a Construção da Vala para Recolha e Desvio de Caudais de Grotas no Troço entre a Ribeira do Dilúvio e a Ribeira da Prainha, e de Reperfilamento do Leito e Redimensionamento de Passagens Hidráulicas na Ribeira da Prainha, em São Caetano na Ilha do Pico.

Alonso Miguel referiu que se trata de “uma intervenção que teve por objetivo implementar soluções eficazes no sentido diminuir os riscos hidrológicos, nomeadamente de cheias e inundações, que afetam de forma cada vez mais intensa e frequente a Região, em resultado das alterações climáticas,  aumentando assim a capacidade de proteção das populações, neste caso em concreto, das zonas urbanas das freguesias de São Mateus, São Caetano e São João, localizadas a jusante dos cursos de água intervencionados, bem como dos terrenos e explorações agrícolas aí existentes”.

Berta Cabral sublinhou, por seu turno, que “a segurança das pessoas é sempre a prioridade e isso trabalha-se por antecipação e com prevenção, sobretudo conhecendo a realidade atual, com os efeitos imprevisíveis das alterações climáticas e a maior frequência de fenómenos extremos, que nos devem preocupar”.

Alonso Miguel salientou que esta intervenção “consistiu na construção de um canal de drenagem em betão armado, para recolha e desvio de caudais de duas grotas existentes no troço entre a ribeira do Diluvio e da Prainha, com uma extensão de cerca de 280 metros, com quatro metros de largura e uma profundidade mínima de um metro, e de uma bacia de retenção de caudais sólidos a jusante do canal, com o objetivo de controlar a dinâmica do escoamento das linhas de água, controlando os processos de erosão, transporte e deposição do material sólido”.

A Secretária Regional do Turismo, Mobilidade e Infraestruturas destacou o trabalho de cooperação interdepartamental no Governo dos Açores que existiu neste processo e que tem sido incutido nos processos de Obras Públicas, resultando em mais “um investimento consequente e que serve a causa pública, melhora a qualidade de vida e dá resposta a necessidades das populações”.

Berta Cabral acrescentou que “esta obra é um exemplo de como se alinham políticas públicas de forma estratégica e em cumprimento com os grandes planos e instrumentos orientadores da governação, com a centralização de todas as obras públicas”.

“Partindo de instrumentos de gestão do território e alinhando com as orientações específicas da tutela do Ambiente, as Obras Públicas conduziram a tramitação processual de forma a garantir a adequada execução técnica desta intervenção”, esclareceu a Secretária Regional com a tutela das infraestruturas.

O Secretário Regional do Ambiente e Alterações Climáticas referiu que se “procedeu ainda à reabilitação e beneficiação de um troço da Ribeira da Prainha, a partir da descarga dos caudais captados no canal construído, numa uma extensão de cerca de 1100 metros, que atravessa São Caetano, com Reperfilamento do Leito e Redimensionamento de Passagens Hidráulicas existentes, incluindo a requalificação de cinco novas passagens hidráulicas”.

O governante estacou ainda que “esta obra representa um investimento do Governo Regional de cerca de €1.200.000,00, com um prazo de execução de um ano, sendo, de facto, uma intervenção muito relevante para minimizar riscos hidrológicos, nomeadamente de galgamento e inundações, melhorando assim as condições de salvaguarda das populações e proteção de bens”.

Berta Cabral acrescentou que as vias que são beneficiadas no âmbito destas intervenções têm o potencial de produzir efeitos positivos no turismo, uma vez que proporcionam acessibilidades a turistas e a configuração de novos trilhos e atrativos, tão importantes para a descentralização dos fluxos turísticos.

GRA/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o Diretor de Programação da Rádio Ilhéu, sediada na Ilha de São Jorge. É também autor da rubrica 'Cronicas da Ilha e de Um Ilhéu' que é emitida em rádios locais, regionais e da diáspora desde 2015.