REGIONAL

FLORES | PPM constata a melhoria verificada em serviços da administração regional, mas sinaliza a necessidade de aperfeiçoar as condições de regularidade da operação de abastecimento marítimo de mercadorias

111views

O Grupo Parlamentar do PPM esteve reunido, em jornadas parlamentares na ilha das Flores, entre os dias 25 e 27 do corrente mês. Durante a visita, os parlamentares do PPM tiveram a oportunidade de reunir com diversas instituições e contactar um grande número de populares. 

Nesse âmbito, foi possível constatar que, nos últimos 2 anos, se registaram avanços muito significativos em diversas áreas. Por exemplo, a visita à Unidade de Saúde da Ilha das Flores permitiu identificar o reforço do quadro do pessoal da instituição, que conta agora com mais 12 funcionários, e a projeção de uma nova intervenção no edifício, que se concretizará ainda este ano. Permanecem diversas dificuldades, que o Grupo Parlamentar do PPM apresentará à Secretaria Regional da Saúde e Desporto. O mesmo se diga em relação à Escola Básica e Secundária das Flores, que também registou algumas melhorias, mantendo-se, no entanto, um conjunto de dificuldades e insuficiências que importa corrigir.

O Grupo Parlamentar do PPM constatou, também, que a decisão de extinguir a central de serviços partilhados da ilha das Flores recolhe um apoio generalizado na ilha. Realça-se, também, os significativos investimentos do Grupo EDA, que totalizam quase 20 milhões de euros nos próximos 4 anos, que tornarão a ilha das Flores numa ilha quase autossuficiente no âmbito da produção de energia elétrica e na ilha que terá a maior percentagem de energia elétrica produzida a partir de fontes renováveis. Para uma ilha que é reserva da biosfera este facto é decisivo.

No que respeita ao sector turístico, salienta-se a melhoria, sem precedentes, das acessibilidades à ilha das Flores ocorrida nos últimos dois anos. A ilha goza, agora, do maior número de ligações aéreas de sempre.

Estamos, igualmente, a investir em sectores tão decisivos como as pescas e a agricultura. No conjunto, a economia da ilha das Flores está a crescer e a diversificar os seus sectores produtivos. 

Seja como for, interessa é, desde já, sinalizar dois aspetos cuja resolução melhoraria em muito uma grande parte das dificuldades que a ilha enfrenta na atualidade. Referimo-nos à melhoria do transporte marítimo de mercadorias e do problema da habitação. 

No que diz respeito à primeira situação, o Grupo Parlamentar do PPM considera que as condições em que a operação do transporte marítimo de mercadorias está a ocorrer não garante a regularidade do abastecimento. O navio, que a Transinsular está a utilizar na operação, não é o adequado tendo em conta os atuais condicionalismos do porto das Lajes das Flores. É necessário encontrar uma solução, que terá de passar, necessariamente, pela utilização de um navio de menores dimensões.

Finalmente, no que diz respeito à habitação, o Grupo Parlamentar do PPM considera que tem de ser planificada uma rápida intervenção do Governo Regional e das autarquias, no sentido de criar respostas para responder às necessidades atuais, que estrangulam a vinda e fixação de diferentes profissionais no âmbito da administração regional e de um grande conjunto de atividades de natureza privada.

 É crucial resolver esta situação, que é responsável por muitas das lacunas que afetam a ilha a nível de recursos humanos e da economia local. Note-se, por exemplo, o grande número de concursos que ficaram desertos devido à insuficiência de respostas na área da habitação. 

PPM/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o Diretor de Programação da Rádio Ilhéu, sediada na Ilha de São Jorge. É também autor da rubrica 'Cronicas da Ilha e de Um Ilhéu' que é emitida em rádios locais, regionais e da diáspora desde 2015.