ÚLTIMAS

FLORES | Furacão Lorenzo. Florentinos “não mereciam atitude vergonhosa” do Partido Socialista

471views

O deputado do PSD/Açores Ricardo Vieira afirmou hoje que os florentinos “não mereciam a atitude vergonhosa” do PS, após os socialistas “impedirem a votação” de uma iniciativa que exige à República que transfira as verbas necessárias para a reconstrução do Porto Comercial das Flores, destruído pela passagem do Furacão Lorenzo.

“Ver o PS impedir a votação imediata da iniciativa, por considerar não haver urgência, é uma falta de respeito para com todos os florentinos”, disse o social-democrata.

Em causa estava a discussão de um projeto de resolução de PSD, CDS-PP e PPM, visando que a Assembleia Legislativa dos Açores “exorte o Governo da República a assumir, através do Orçamento do Estado, até ao limite de 85% dos custos da recuperação dos estragos provocados pelo Furacão Lorenzo”.

“Vergonha e revolta são as únicas palavras que me vêm à cabeça, após o que se acabou de passar”, disse Ricardo Vieira, frisando que “continua a estar em causa a falta o pagamento, pelo Governo da República, de cerca de 55 milhões de euros das obras já efetuadas no Porto das Flores”.

Os partidos da Coligação que suporta Governo dos Açores (PSD/CDS-PP/PPM) reclamam igualmente da República “que mande acelerar e priorizar os procedimentos da candidatura aos fundos europeus, considerando o tempo decorrido e a ausência dos apoios assumidos”, além do pagamento, até ao limite de 85%, dos custos com a reparação dos estragos provocados pelo Furacão Lorenzo “que não forem acomodáveis no âmbito do Programa para a Ação Climática e Sustentabilidade”.

Ricardo Vieira lembrou que, em 2019, por despacho do Conselho de Ministros, “o primeiro-ministro António Costa comprometeu-se a pagar 85% dos prejuízos provocados pelo Furacão Lorenzo, mas, desde que o Governo Regional mudou de cor política, chegaram apenas uns míseros 1,8 Milhões de euros”.

“Mesmo assim, o atual Governo Regional de Coligação não parou a obra e está a pagá-la inteiramente através do Orçamento Regional”, frisou o deputado florentino.

Ricardo Vieira acrescentou, “que o PS tem um deputado eleito pela ilha das Flores que foi precisamente o porta-voz deste comportamento inaceitável com os florentinos”.

Recorde-se que, “até à data, a Região recebeu apenas 20 milhões de euros de adiantamento em 2019, e 8,2 milhões de euros do Fundo de Solidariedade da União Europeia, em dezembro de 2019, isto quando o PS ainda era Governo, e 1,5 milhões de euros, em 2021, por faturas apresentadas de execução. Os 20 milhões de euros de adiantamento, a transferir em 2020, nunca foram recebidos pelo Governo dos Açores”, concluiu Ricardo Vieira.

PSD/AÇORES/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o Diretor de Programação da Rádio Ilhéu, sediada na Ilha de São Jorge. É também autor da rubrica 'Cronicas da Ilha e de Um Ilhéu' que é emitida em rádios locais, regionais e da diáspora desde 2015.