REGIONAL

FAIAL | Presidente do Governo inaugurou novo edifício das atividades marítimo-turísticas da Horta

| Fotos: MM
263views

O Presidente do Governo Regional dos Açores, José Manuel Bolieiro, inaugurou hoje o novo edifício das atividades marítimo-turísticas da Horta, um investimento de cerca de um milhão de euros que “faz justiça a uma ambição”.

“Criámos condições para uma oportunidade e cumprimos compromissos. É por isso um momento de enorme satisfação”, vincou o governante, falando na cidade da Horta, ilha do Faial, ladeado pela Secretária Regional do Turismo, Mobilidade e Infraestruturas, Berta Cabral.

Aos operadores deste tipo de atividades, o governante deixou palavras de “enorme gratidão” pela “enorme resiliência, competência e dedicação” com que, ao longo dos anos, foram mantendo o seu trabalho com “empenho e profissionalismo”.

“Hoje mudam para melhor, mas, na verdade, são credores de uma palavra de gratidão e reconhecimento”, vincou ainda o Presidente do Governo.

A “história e identidade” da Horta e da ilha do Faial, na sua relação com o mar, são “uma referência para os Açores”, mas representam “oportunidades para o futuro”, defendeu ainda José Manuel Bolieiro.

“O Governo não pode virar costas ao horizonte do investimento público e à associação com a economia privada em todo este pilar da nossa economia, a economia azul”, prosseguiu.

Para o governante, a economia deste setor e os empreendedores são “um ativo da economia açoriana”, sempre em prol de um “desenvolvimento de sustentabilidade, o devir histórico e coletivo” para a região.

“Estamos para servir o presente e o futuro e valorizar a história e identidade da cidade da Horta”, concretizou José Manuel Bolieiro, para quem os operadores das marítimo-turísticas devem funcionar não como dependentes da subvenção pública, mas como exemplo de ativos económicos e de incremento dos Açores enquanto destino turístico.

O novo edifício é composto por 16 espaços de comércio e serviços, destinados às atividades marítimo-turísticas locais, complementado por instalações de serviço (receção, instalações sanitárias, balneários e lavandaria).

Relativamente à geometria do edifício o mesmo tem cerca de 90 metros de extensão, semienterrado e com uma frente apenas, orientada a Este, estabelece uma plataforma intermédia entre a Rua José Azevedo e o Cais de Santa Cruz, possibilitando a ligação pedonal entre os dois espaços, através da cobertura do edifício proposto.

A empreitada teve início em outubro de 2020, tendo sido prorrogada por 86 dias, ocorrendo a sua conclusão a 29 de março de 2022 e consistiu na criação de um edifício que dará apoio às atividades marítimo-turísticas na bacia sul do Porta da Horta, na freguesia de Angústias.

GRA/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o editor da Rádio Ilhéu.