ÚLTIMAS

ATUALIDADE | Publicado anúncio de abertura de oposição internacional para a “Manteiga dos Açores” DOP em JO da União Europeia

476views

Foi publicado hoje, em Jornal Oficial da União Europeia, o anúncio de abertura de oposição internacional para a “Manteiga dos Açores” DOP (Denominação de Origem Protegida), válido para a União Europeia, como para países terceiros.

Para o Secretário Regional da Agricultura e Desenvolvimento Rural, António Ventura, esta é a “última etapa para que a União Europeia reconheça a «Manteiga dos Açores» como um produto de origem protegida e única no mundo”.

“Esta designação vai conferir um “suporte jurídico e de reconhecimento internacional” a um “produto único que resulta do saber fazer e das condições edafoclimáticas e geográficas dos Açores”, acrescentou.

A “Manteiga dos Açores” é obtida a partir da nata pasteurizada de leite de vaca proveniente unicamente da área geográfica delimitada do Arquipélago dos Açores, onde os animais são criados com técnicas locais de maneio tradicional e têm acesso a um pastoreio contínuo durante todos os meses do ano, originando um produto com as características que a definem.

Caracteriza-se por ser um produto sem qualquer tipo de adição de fermentos lácteos, corantes ou conservantes; com valores de Betacaroteno ≥ 5 mg KOH/g (método de cromatografia líquida de alta eficiência), o que lhe confere uma cor amarela a amarela intensa; com aroma e sabor intenso, pautado por um paladar lácteo e fresco; com valores de matéria gorda entre 81 % e 86 % e com textura compacta, uniforme e suave, que torna o produto fácil de barrar.

Para a garantia da origem do produto, a “Manteiga dos Açores” apenas pode ser produzida por unidades de produção localizadas na área geográfica, que assumam por escrito o compromisso de cumprir o estipulado no caderno de especificações e que se submetam ao respetivo regime de controlo.

As unidades de produção devem assegurar a manutenção da rastreabilidade específica da Manteiga dos Açores em todas as fases de produção até à sua colocação no mercado.

As características da “Manteiga dos Açores” estão intimamente ligadas à matéria-prima utilizada, isto é, ao leite produzido por vacas que vivem em plenitude com a natureza açoriana. Evidencia-se ainda, o maneio tradicional praticado pelos produtores locais e, transmitido ao longo de gerações, assente fundamentalmente na presença continua dos animais nas pastagens.

O clima do arquipélago dos Açores, consequência da sua localização geográfica, é “temperado marítimo”, caracterizando-se por temperaturas amenas e com pequenas oscilações, humidade relativa e níveis de pluviosidade elevados, o que contribui também para as características únicas do produto.

A presente publicação confere o direito de oposição ao pedido, por um período de três meses a contar da data de publicação, sendo que, após esse período, a «Manteiga dos Açores» estará em condições de se juntar a uma lista de outros produtos açorianos com qualificações comunitárias, reconhecidas nos acordos internacionais da União Europeia.

GRA/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o Diretor de Programação da Rádio Ilhéu, sediada na Ilha de São Jorge. É também autor da rubrica 'Cronicas da Ilha e de Um Ilhéu' que é emitida em rádios locais, regionais e da diáspora desde 2015.