ÚLTIMAS

ATUALIDADE | Presidente do Governo sublinha “constante aposta” no programa “Novos Idosos”

Vila Franca do Campo, 09 Dezembro 2023 ©Hugo Moreira
324views

O Presidente do Governo Regional dos Açores, José Manuel Bolieiro, visitou no sábado, em Vila Franca do Campo, uma idosa abrangida pelo programa “Novos Idosos”, uma medida de sucesso que serve de estímulo para continuar a concretizar “oportunidades de solução” junto de setores mais frágeis.

“Este é um Governo que não se deita à sombra do que realizou”, destacou o governante, valorizando o caráter “inovador” do programa “Novos Idosos”, alargado recentemente, em São Miguel, a Vila Franca do Campo e Lagoa, e à Horta, na ilha do Faial.

“Os testemunhos que tenho recebido são de enorme satisfação, elogio à medida e expetativa da sua expansão”, acrescentou ainda José Manuel Bolieiro.

Em Vila Franca do Campo, José Manuel Bolieiro visitou Virgínia Botelho D’Araújo – a cuidadora domiciliária é a filha da sénior.

Presentemente, o programa “Novos Idosos” abrange 198 idosos abrangidos, 185 cuidadores domiciliários integrados e 18 técnicos superiores especializados contratados pelas IPSS e Misericórdias.

À margem da visita, o Presidente do Governo reconheceu que as famílias com pessoas deficientes podem também ser apoiadas com um programa análogo.

E justificou: “temos uma dificuldade com pessoas e famílias que têm familiares que não estão na condição de idosos, mas possam ser pessoas com deficiência e que precisam de um apoio especial. Temos de ter um olhar para as famílias que são muito sacrificadas quando têm no seu seio familiares com deficiência, que ainda não estão idosos, e os familiares, também pela sua avançada idade, já não têm as melhores condições físicas e capacitação técnica para prestar o apoio necessário e dignos a estas pessoas”.

GRA/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o Diretor de Programação da Rádio Ilhéu, sediada na Ilha de São Jorge. É também autor da rubrica 'Cronicas da Ilha e de Um Ilhéu' que é emitida em rádios locais, regionais e da diáspora desde 2015.