REGIONAL

ATUALIDADE | “Não há interesse nacional verdadeiro que não considere o interesse dos Açores”, lembra José Manuel Bolieiro

| Fotos: MM
156views

O Presidente do Governo Regional dos Açores, José Manuel Bolieiro, lembrou na noite de terça-feira, no Fórum Autonómico de São Miguel, que “o adquirido autonómico não é estático”, mas “não há interesse nacional verdadeiro que não considere o interesse dos Açores”.

“Não podemos conformar-nos com o adquirido autonómico, com a sensação que não há mais nada a fazer, apenas defender. Contra estes mais antigos ou recentes ataques centralistas ao adquirido autonómico, temos de estar na defesa do adquirido e num pensamento mais ousado de conquista de uma ideia progressiva da nossa autonomia”, vincou o governante.

Para José Manuel Bolieiro, que falava no Palácio de Sant’Ana, perante algumas dezenas de presentes, o Fórum Autonómico, que recebeu nesta sessão Mota Amaral como orador convidado, mostrou ser, no seu primeiro ano, um “ato de cultura” e “envolvimento”.

“Era preciso fazer da autonomia também uma identidade cultural, um ato de cultura, conhecimento, envolvimento, testemunho e projeção futura”, disse o Presidente do Governo.

“Quando pensamos no processo autonómico, é bom que não dissociemos em qualquer circunstância tratar-se de uma conquista e não de uma dádiva”, acrescentou ainda.

Depois, o Presidente do Governo sinalizou que a autonomia não se pode afastar da “decisão comunitária ou nacional”.

“Temos de lá estar. Daí a importância, no quadro da Assembleia da República, de estarmos como um círculo eleitoral próprio”, concretizou.

O Fórum Autonómico, que tem percorrido as ilhas da Região, é um espaço de reflexão sobre a autonomia e desafios da mesma em diferentes áreas de intervenção, com impacto direto na sociedade, economia e bem-estar dos cidadãos Açorianos.

Na terça-feira realizou-se a última edição do ano do Fórum, em Ponta Delgada, sendo orador convidado o primeiro Presidente do Governo Regional dos Açores, João Bosco Mota Amaral.

A sessão em São Miguel, que contou também uma intervenção do Presidente da Câmara de Ponta Delgada, Pedro Nascimento Cabral, contou com uma atuação do grupo VOX CORDIS.

GA/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o editor da Rádio Ilhéu.