ÚLTIMAS

ATUALIDADE | Joana Bettencourt quer “fazer o que não foi feito” para defender os Açores na Assembleia da República

235views

“Fazer o que não foi feito” para defender os Açores é aquilo a que se propõe Joana Bettencourt, primeira candidata do Bloco à Assembleia da República, que destaca o reforço dos serviços públicos, a habitação, combate à pobreza e os transportes como prioridades.

Na entrega da lista de candidatos do Bloco de Esquerda à Assembleia da República pelos Açores, Joana Bettencourt salienta que é preciso “dar resposta aos problemas que a maioria absoluta do PS não resolveu”.

Para acabar com os sucessivos adiamentos de promessas que acabam por não ser cumpridas, o Bloco defende que o Governo da República tem que apresentar um plano de investimentos para as Regiões Autónomas, que deve ser detalhado e calendarizado.

Só assim, será possível acabar com o constante adiamento de projetos que se arrastam, alguns há muitos anos.

Joana Bettencourt destaca também a necessidade de haver uma “resposta rápida para a crise da habitação”, que deve passar por uma redução dos juros da habitação.

Para isso, o Governo da República, enquanto acionista da Caixa Geral de Depósitos deve dar a indicação para a redução dos juros, como forma de regular o mercado e levar os outros bancos a seguir o mesmo caminho.

“Não é admissível” que o salário das pessoas não permita “pagar uma casa digna para morar”, afirmou a candidata.

Retirar os Açores dos piores lugares dos indicadores sociais do país – como por exemplo, os números da pobreza, ou a quantidade de pessoas sem-abrigo, que têm vindo a aumentar na Região – é também um dos principais objetivos do Bloco.

Aposta na melhoria dos serviços públicos e defender mais justiça na economia em vez da atual “economia de privilégios” são outras das prioridades da candidatura.

Garantir o pagamento adequado das Obrigações de Serviço Público e garantir que o Estado melhora as condições da Justiça e forças de segurança nos Açores, quer ao nível das condições de trabalho e remuneração, assim como dos edifícios, são também assuntos que o Bloco quer trazer para esta campanha.

Joana Bettencourt reforça que, para dar resposta aos problemas que a maioria absoluta do PS não resolveu nos Açores “é preciso que haja uma verdadeira mudança na Assembleia da República”.

António Lima, que acompanhou a candidata na entrega da lista, está confiante no reforço da votação do Bloco de Esquerda nas eleições legislativas para a Assembleia da República.

“O Bloco apresenta uma candidatura de confiança, que quer efetivamente mudar o país e os Açores” e que vai colocar no centro do debate político os problemas dos Açores e das pessoas que aqui vivem”, afirmou o coordenador regional do Bloco.

BE/AÇORES/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o Diretor de Programação da Rádio Ilhéu, sediada na Ilha de São Jorge. É também autor da rubrica 'Cronicas da Ilha e de Um Ilhéu' que é emitida em rádios locais, regionais e da diáspora desde 2015.