REGIONAL

ATUALIDADE | Governo Regional tem de tornar habitação uma prioridade para não perder fundos comunitários do PRR, alerta Vasco Cordeiro

275views

Vasco Cordeiro alertou, esta sexta-feira, que o Governo Regional dos Açores deve “fazer da habitação uma prioridade”, para que não se percam 60 milhões de euros de fundos comunitários do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR9, garantidos pelo anterior Governo suportado pelo PS.

          O Presidente do PS/Açores falava na Ribeira das Taínhas, em Vila Franca do Campo, num terreno reservado à construção de 9 fogos, em tipologia T2 e T3.

          Vasco Cordeiro sinalizou o atraso do Governo regional no aproveitamento destes 60 milhões de euros do PRR, que podem estar “em risco de se perder”, uma vez que, de acordo com a calendarização estabelecida, até ao final deste ano “deveriam estar concluídas intervenções em cerca de 170 casas em toda a Região, 36 novas habitações e 132 de recuperação e renovação de habitações”.

O líder dos socialistas Açorianos realçou que este alerta “não parte apenas do PS”, até porque “o próprio Conselho Económico e Social dos Açores (CESA) considerou, a 7de julho, que essas metas estavam em perigo, que o aproveitamento dos 60 milhões de euros do PRR garantidos pelo Governo do PS, estão em perigo, porque estão a verificar-se cada vez mais atrasos”.

          Vasco Cordeiro salientou a “importância e a urgência das questões relacionadas com a habitação”, lembrando que os Governos Regionais suportados pelo PS “tiveram medidas e iniciativas concretas que ajudaram mais de 9.000 famílias Açorianas a realizarem o seu direito à habitação”, como o Programa Famílias com Futuro e o Programa Casa Renovada, Casa Habitada.

          O líder parlamentar do PS alertou o Governo Regional para as dificuldades que se colocam no plano da habitação, especificando com “o aumento do preço das rendas de casa” e o “aumento do custo de construir habitações”, considerando que estes são “dados novos que trazem ainda mais urgência a este desafio da habitação”.

“O Partido Socialista entende que a habitação deve ganhar prioridade, porque é muito dinheiro para sequer corrermos o risco deste ser desperdiçado. É necessário dar prioridade ao aproveitamento dos recursos garantidos pelo anterior Governo, que estão à disposição deste Governo, de forma a garantir o cumprimento destas metas. Falamos de metas, dos 60 milhões, de quase 170 habitações, mas tudo isto significa famílias Açorianas, que se o GRA agisse mais rapidamente no aproveitamento deste dinheiro, já teriam a sua habitação, já teriam a garantia deste direito”, salientou o líder parlamentar do PS, Vasco Cordeiro.

GPPS/AÇORES/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o editor da Rádio Ilhéu.