REGIONAL

ARRIFES | Prisão preventiva para suspeito do crime de violência doméstica

164views

A Divisão Policial da PSP de Ponta Delgada, através da Esquadra de Investigação Criminal (EIC), deteve no passado dia 30 de Dezembro de 2021, na freguesia dos Arrifes, em Ponta Delgada,  um homem, de  51 anos, suspeito da prática de crime de violência doméstica, praticado na noite de 24 para 25 de dezembro de 2021.

A detenção ocorreu no decurso de investigação levada a cabo pelos investigadores da PSP, na sequência de notícia de que a vítima havia sido transportada ao Hospital de Ponta Delgada, num suposto quadro de agressões físicas perpetradas pelo companheiro.

Das várias diligências processuais realizadas, parte delas  com recurso à Secção de Polícia Técnica Forense do Comando Regional dos Açores, foi possível  reunir um quadro indiciário que aponta para vários atos de violência física praticados contra a vítima durante a relação conjugal que têm mantido. As agressões mais graves, ocorridas na noite de natal, no interior de uma viatura na zona da freguesia da Relva, levaram ao internamento da vítima e à sua transferência para Unidade Hospitalar em Lisboa, onde foi submetida a intervenção maxilofacial. Como resultado da investigação realizada, foi possível deter o suspeito fora de flagrante delito com mandados emanados pela Magistrada do Ministério de Público de Turno ao DIAP de Ponta Delgada.

Seguidamente o arguido foi sujeito a 1º interrogatório judicial, sendo-lhe  aplicada da medida de coação de prisão preventiva.        

O Comando Regional dos Açores relembra que a taxa significativa relativa ao crime de violência doméstica em todo o território nacional e, muito particularmente, na Região Autónoma dos Açores, levou à criação e reforço de Equipas Especializadas na PSP com o objetivo de garantir maior eficiência e eficácia na prevenção e investigação do fenómeno, revelando-se, hoje em dia, um factor decisivo na resposta integrada proporcionada pelo aparelho da justiça face a um flagelo que, não raras vezes, culmina com consequências gravosas para as vítimas deste tipo de criminalidade.

CT/AÇORES/RÁDIOILHÉU

Mauricio De Jesus
Maurício de Jesus é o editor da Rádio Ilhéu.